Brasil / Televisão

Filho de William Bonner é vítima de fraude com auxílio do governo

Vinícius Bonemer foi vítima de uma fraude do programa de auxílio emergencial do governo federal

William Bonner escreveu em sua página do Twitter na manhã desta quinta-feira (21 de maio) para denunciar que o filho, Vinícius Bonemer, foi vítima de uma fraude do programa de auxílio emergencial do governo federal, que paga R$ 600 para quem ficou sem renda com a pandemia do coronavírus. A informação é do site Notícias da TV.

"Meu filho não pediu auxílio , não autorizou ninguém a fazer isso por ele. ele foi vítima de uma fraude", disse o âncora do Jornal Nacional. De acordo com o jornalista, golpistas usaram dados de Vinicius e foram aprovados para receber o benefício.

O CPF de Vinícius tem sido utilizado por estelionatários há três anos para a abertura de empresas e a contratação de serviços de TV por assinatura, entre outras coisas.

O jornalista criticou os critérios de avaliação do governo federal para aprovar o benefício de R$ 600,00.

"Pelos critérios do programa de auxílio emergencial, alguém nas condições sócio-econômicas do meu filho não tem direito aos 600 reais da ajuda. Portanto, quem quer que viesse a usar o nome, o CPF e dados pessoais dele deveria receber como resposta ao pleito um 'não'. Mas, pelo que vimos ao consultar o site do Dataprev, o pedido de auxílio feito por um fraudador foi aprovado", tergiversou Bonner.