Alberto Oliveira

Guedes e Moro podem salvar Bolsonaro (tarefa complicada)

A fala solta dos Bolsonaro é um problema do tamanho do País

Os maiores empecilhos a uma permanência no poder do presidente Jair Bolsonaro levam seu nome de família. 

É impressionante a capacidade tanto do presidente quanto de seus "zeros" - como são identificados os filhos - de levantar a bola para o arremate da oposição.

Falta ao governo Bolsonaro um profissional de Comunicação, área que diferente do que imagina o ministro Gilmar Mendes - em seu voto contra a exigência de diploma para Jornalismo - não pode ser exercida por qualquer um.

Está aí um ponto em que o presidente teria muitíssimo a aprender com o governo baiano do petista Rui Costa.

A esquerda, no Brasil, está como cachorro que caiu do caminhão de mudanças: não sabe para que lado correr. Encontra-se sem rumo, sem norte, a bússola apontando para o retrovisor. Falta-lhe um quadro capaz de magnetizar as massas.

Lula saiu da prisão, mas encontra-se preso às condenações já em três instâncias do Judiciário - com outras presumivelmente a caminho. É, portanto, ficha suja e, por consequência, inelegível. Por enquanto, continua culpado (o caminho para uma declaração de inocência é, ainda, tortuoso).

Terá capacidade de transferir os votos necessários em uma eleição presidencial? Está aí uma questão para a qual um sim ou um não como resposta fazem sentido.

Como enfrentar - e superar Jair Bolsonaro - nas próximas eleições se os indicadores econômicos continuarem a enfileirar resultados positivos?

Como vencê-lo se os índices de violência no País permanecerem caindo, se a sensação de segurança - em especial nos grandes centros - crescer?

Slogans embolorados, meras repetições de manuais dos anos 50 e 60 têm efeito virtualmente nulo em tempos de "fake news" e redes sociais.

Lula quer sair de novo em caravana, pelo País. Além da militância, receberá o apoio da população? A ver.

*** 

Os números da economia
No Brasil, o desemprego caiu de 12,4% da população econômicamente ativa, em 2018, para 11,5% em 2019.

A inflação está se aproximando dos 3% ao ano e caindo.

O risco-país despencou para 117 pontos (um recorde) e o Índice da Bolsa de Valores de São Paulo ultrapassou os 100 mil pontos (sinal de confiança dos investidores).

A construção civil e o mercado automotivo voltaram a crescer, mas sem comunicação os ganhos do governo Bolsonaro se diluem no mar de postagens sem sentido.

***

PT sob nova direção

A nova direção municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) em Salvador toma posse nesta segunda-feira (11 de novembro), às 18h30, na sede do Sindae-Sindicato dos Trabalhadores em Água e Esgoto no Estado da Bahia, nos Barris.

Além do novo presidente municipal, o cientista social Ademário Costa, serão empossados os membros do Diretório Municipal, dos Diretórios Zonais e os 20 presidentes zonais da legenda.

"Temos um grande desafio, que inclui fortalecer o partido a partir das suas bases, trazer todos os processos decisórios para dentro do Partido dos Trabalhadores, ter capacidade de mobilização de massa e derrotar o atual prefeito ACM Neto nas ruas", afirma Ademário Costa.


Ademário Costa, o novo presidente do PT em Salvador

***

O que eles fazem...

Para 54% dos jovens navegar na internet é a principal atividade de lazer, revela pesquisa no CNDL-Clube Nacional de Dirigentes Lojistas e SPC-Serviço de Proteção ao Crédito.

Depois da rede mundial de computadores vem ouvir música (53%) e assistir filmes, seriados, novelas e programas em geral (51%).

***

...e com o que se preocupam
A constante conectividade e exposição dos jovens faz com que eles se preocupem com a aparência física e com a autoimagem, uma vez que 92% tomam alguma atitude para ficar mais bonitos e se sentir bem e confiantes.

De acordo com a pesquisa do CNDL/SPC, 47% dos jovens costumam comprar roupas, sapatos e acessórios.

Enquanto 46% afirmam que cuidam dos dentes, 41% procuram se alimentar de forma saudável e 40% fazem atividades físicas.

Somente 8% admitem não fazer nada com este objetivo.

***

Socorro, Macron!
O fogo que devasta a Califórnia se aproximou dos estúdios da Warner Bros., em Los Angeles, no último fim de semana.

***

As praias de Salvador
Foi andar neste domingo (9 de novembro) na praia de Patamares. Encontrou um vidro na areia. Recolheu e andou mais de 3 quilômetros à procura de uma cesta de lixo.

Acabou levando o pedaço de vidro para casa, onde descartou adequadamente, porque na praia, mesmo, lixeira não havia.

Nem uma só, para contar a história.