Esportes

Bahia só empata com Chapecoense e sai da Fonte vaiado pela torcida

O Tricolor acabou favorecido pela derrota do Goiás

Foto: Romildo de Jesus
O Bahia fez uma partida muito ruim, irritando os torcedores

O Bahia recebeu a Chapecoense (vice-lanterna do Campeonato Brasileiro) nesta quarta-feira (6 de novembro), na Arena Fonte Nova em Salvador e sofreu para empatar o jogo por 1 a 1, válido pela 31ª rodada.

O Tricolor baiano acabou favorecido pela derrota do Goiás e subiu para o nono lugar, com 43 pontos. Já a Chape, com 22, permanece na 19ª posição.

De olho no G-6 da Série A, o Bahia entrou em campo pressionando a Chapecoense já no primeiro minuto, quando Moisés foi à linha de fundo e cruzou para Fernandão, sem marcação, quase abrir o placar na Fonte Nova. Logo depois, George arriscou de fora da área e também levou perigo à equipe visitante.

No entanto, a Chape também tem seu objetivo traçado – vencer para seguir com esperanças de deixar o Z-4 – e passou a responder. Apostando nas jogadas de bola parada, os catarinenses quase marcaram com Everaldo, aos sete, após cobrança de escanteio de Bruno Pacheco.

E, aos 13, o gol saiu. Brunho Pacheco cobrou falta, Rafael Pereira ajeitou de cabeça para o meio, que ainda desviou em Douglas antes de chegar a Henrique Almeida, que cabeceou para o fundo das redes: 1 a 0.

Em desvantagem no placar, o Bahia voltou para o segundo tempo mais ofensivo. Aos seis minutos, Flávio ficou com rebote após cobrança de escanteio e finalizou pelo lado direito do gol da Chape.

Depois, Gilberto cobrou falta e soltou uma pancada no canto esquerdo, mas viu João Ricardo espalmar e evitar o gol tricolor. Marco Antônio, Gilberto e Guerra ainda chegaram perto depois. Até que, aos 39, Guerra cobrou escanteio, e Marco Antônio dominou e chutou à direita de João Ricardo para deixar tudo igual.

No lance seguinte, Gilberto chegou a acertar a trave, mas o placar seguiu empatado até o apito final.

Irritada, a torcida escolheu como melhor em campo o jogador Ezequiel, que nem jogou.