Famosos

Kevin Spacey não será mais processado por assédio sexual

O processo teria fim por causa da morte da pessoa que o acusou

Foto: Maryland GovPics
Kevin Spacey
Em julho de 2018, a denúncia foi feita e o inquérito foi instaurado contra o ator

De acordo com uma reportagem da Variety, o ator Kevin Spacey não será mais processado por assédio sexual. O processo teria fim por causa da morte da pessoa que o acusou em julho de 2018.

A vítima era um massoterapeuta, sem identidade divulgada pela polícia, que acusou o ex-interprete de Frank Underwood de ter tentado beijá-lo e ainda força-lo a agarrar as suas partes íntimas, durante uma sessão de massagem em Malibu em 2016.

Em julho de 2018, a denúncia foi feita e o inquérito foi instaurado contra o ator, que acabou tendo seu contrato rompido com a Netflix e retirado do elenco da série House Of Cards, antes das gravações da sexta temporada começarem.

Agora, o advogado da vítima, anunciou que o seu cliente faleceu de câncer em setembro, e a polícia decidiu abandonar o caso e arquivá-lo.

O anúncio do encerramento foi feito através da vice-diretora da unidade de crimes sexuais, Christina Buckley. “Durante o curso da investigação, a vítima faleceu. As alegações de assédio sexual não podem ser provadas sem a participação da vítima. Assim, o caso foi encerrado”, disse ao Variety.

Spacey foi acusado pelo mesmo ato, em um bar em Massachusetts em 2016, por um jovem de 18 anos, já que nos Estados Unidos, a maioridade é a partir dos 21.