Brasil / Esportes

Najila é indiciada por fraude processual e extorsão

Ex-marido da modelo também foi indiciado

Foto: Reprodução/SBT
Najila sentada prestando depoimento ao Fantástico
Ex-marido da modelo também foi indiciado

O caso Neymar e Najila Trindade ganhou mais um capítulo. A Policia Civil de São Paulo indiciou, nesta terça-feira (10), a modelo pelos crimes de denunciação caluniosa, fraude processual e extorsão. A decisão foi da delegada Monique Lima do 11° DP.

Além de Najila, o ex-marido Estivens Alves, também foi indiciado por fraude processual e divulgação de material erótico de Najila. As autoridades afirmaram que ele teria enviado as imagens para um repórter. O inquérito está em segredo de justiça.

Em nota a secretaria afirmou que o "conjunto probatório reunido durante as investigações" foram suficientes para que a delegada decidisse pelo indiciamento de Najila e Estivens.

A investigação de estupro que foi arquivada em julho e agora tem um novo desdobramento com o indiciamento. Mesmo arquivado em julho deste ano o caso pode ser reaberto caso surjam novas evidências contra Neymar.