Esportes

Santos empata e vê o Flamengo abrir 2 pontos de vantagem

O Santos segue na vice-liderança, com 37 pontos

Foto: Ivan Storti/Santos FC
Jogador do Santos comemora gol
Sánchez deixou tudo igual para o Peixe, no fim do jogo

Em jogo da 18ª rodada do Brasileirão, Santos e Athletico-PR ficaram no empate em 1 a 1 na noite deste domingo (8). Braian Romero abriu o placar para o Furacão ainda no primeiro tempo, enquanto Sánchez deixou tudo igual para o Peixe, aos 45 da etapa complementar. 

Com o resultado, o Santos segue na vice-liderança, com 37 pontos dois a menos que o líder Flamengo. Já o Athletico-PR tem 26 e ocupa a nona colocação.

A partida começou com o Santos marcando pressão e tomando conta do ataque durante os dez primeiros minutos. Aos três, Jean Mota bateu falta com categoria e Léo salvou o Athletico.

O bombardeio inicial do Peixe ainda contou com as finalizações de Sasha, Marinho e Felipe Jonatan. Aos poucos, o Furacão equilibrou as ações do jogo e passou a aparecer mais no campo ofensivo. Na marca dos 25, o time da casa teve nova chance. Pituca arriscou o chute, mas Léo fez boa defesa.

A resposta rubro-negra veio dois minutos depois. Everton Felipe recebeu livre dentro da área, bateu colocado e viu a bola passar rente à meta santista. Aos 33, o Furacão voltou a assustar, mas Everson fez dois milagres em sequência nos chutes de Thonny Anderson e Vitinho.

Ainda no ataque, os visitantes abriram o placar, aos 41. Depois de boa trama entre Lucho González e Thonny Anderson, Braian Romero concluiu para o fundo das redes: 1 a 0.

Minutos antes do intervalo, o Santos tentou pressionar em busca do empate, mas novamente o arqueiro atleticano evitou o gol nas tentativas de Uribe e Jean Mota.

Assim como no primeiro tempo, o Santos começou a etapa complementar em cima do Furacão. Aos oito, Sánchez fez o cruzamento na medida para Gustavo Henrique, que cabeceou firme e dessa vez Léo foi quem vez um milagre debaixo das traves para impedir o gol. Dois minutos depois, Uribe também de cabeça mandou muito perto da trave rubro-negra.

Querendo reverter o resultado, o Peixe continuou pressionando, mas as chances só voltaram a aparecer depois dos 30 minutos. E vieram em sequência. Felipe Jonatan, Lucas Veríssimo e Uribe pararam em três grandes defesas do goleiro do Athletico.

Aos 34, Uribe teve nova oportunidade, mas mandou por cima do gol. Já aos 45 minutos a insistência santista enfim surtiu efeito. E Sánchez, de pênalti deixou tudo igual na Vila Belmiro.

Ficha técnica

Cartões Amarelos: Leo (CAP), Adriano (CAP), Rossetto (CAP), Lucho (CAP), Thonny Anderson (CAP), Diego Pituca (SAN), Marinho (SAN);

Gols: Braian Romero (41′ 1ºT), Carlos Sánchez (45′ 2ºT);

Santos: Everson, Aguilar (Pará), Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo, Carlos Sánchez, Diego Pituca, Jean Mota (Lucas Venuto), Felipe Jonatan, Marinho, Uribe, Eduardo Sasha. Técnico: Eduardo Sasha.

Athletico-PR: Léo, Lucho, Léo Pereira, Romero, Rossetto, Adriano (Abner Felipe), Madson, Vitinho, P. Henrique, Thonny Anderson, Everton Felipe. Técnico: Tiago Nunes.