Esportes

Grêmio goleia o Cruzeiro fora de casa e avança para o 10º lugar

O time gaúcho alcançou a marca dos 25 pontos

Foto: João Guilherme | Grêmio FBPA
Jogadores do Grêmio comemoram
Jogadores do Grêmio comemoram a goleada no Independência

Pela 18ª rodada do Brasileirão, o Grêmio visitou o Cruzeiro, no Independência, e saiu de campo com uma importante vitória por 4 a 1. Diego Tardelli, Alisson e Everton (x2) marcaram os gols do Imortal neste domingo (8), enquanto Fred descontou para a Raposa. 

Com o triunfo, o Grêmio pulou momentaneamente para a décima posição, com 25 pontos. Já a equipe mineira segue na 16ª colocação, com 18 pontos.

Cruzeiro e Grêmio começaram a partida em ritmo acelerado. Querendo a vitória para se afastar do Z-4, a Raposa criou a primeira chance logo aos sete minutos. David apareceu pela esquerda, colocou a bola na área e Fred chegou para cabecear exigindo boa defesa de Paulo Victor.

A resposta gremista demorou, mas veio de forma certeira. Aos 18, Galhardo fez o cruzamento rasteiro para Diego Tardelli, que de letra mandou para o fundo das redes.

O gol animou o Tricolor que foi para cima e, aos 27, ampliou a vantagem. Alisson aproveitou erro de passe no meio campo e achou Everton na entrada da área, o atacante devolveu para o camisa 23 cumprir a Lei do Ex no Independência: 2 a 0.

Correndo atrás do prejuízo, o Cruzeiro se lançou ao ataque. Na marca dos 32, Pedro Rocha soltou uma bomba e viu Paulo Victor salvar o Grêmio.

No minuto seguinte, Henrique sofreu falta dentro da área, o juiz apontou para a marca da cal e, na cobrança da penalidade, Fred diminuiu para os donos da casa: 2 a 1.

Na volta do intervalo, o ritmo de jogo diminuiu. Até que, aos 18, o Grêmio se lançou num contra-ataque fatal. David Braz fez a roubada de bola e tocou para Matheus Henrique. O volante saiu em velocidade e achou Everton pela esquerda. O camisa 11 limpou a marcação e bateu bonito sem dar chances para Fábio.

A equipe celeste tentou responder em chute de Ezequiel, mas de novo Paulo Victor evitou o gol cruzeirense. Mais uma vez foram os visitantes que voltaram a marcar. Everton recebeu de Jean Pyerre e em outra bela jogada ampliou a contagem, aos 31: 4 a 1.

Querendo mais, o Tricolor continuou em cima. Aos 35, Pepê arriscou o chute da entrada da área e Fábio se esticou todo para impedir o quinto gol gremista. 

Depois do jogo

O técnico do Cruzeiro Rogério Ceni disse estar envergonhado ao conceder a entrevista coletiva após a derrota de sua equipe para o Grêmio, por 4 x 1, neste domingo, no estádio Independência, em Belo Horizonte.

Segundo o comandante da Raposa, é preciso mudar a atitude e a mentalidade de jogo para que a situação do time cinco estrelas possa melhorar o mais rápido possível.

Eu até me sinto envergonhado de vir aqui, para ser sincero. Eu preferiria não dar entrevista para vocês. Só venho por educação mesmo, cumprir o meu papel. Eu já perdi na minha carreira, muitos jogos, mas existem maneiras e maneiras de você ser derrotado. A situação já é uma situação muito delicada. Eu lamento ter que vir aqui e falar. Lamento pela situação vivida, pela derrota que foi no meio de semana e hoje também”, afirmou o treinador.

O treinador declarou ainda que alguns jogadores precisam de uma maior preparação para que possam voltar a render o esperado e aventou a possibilidade de alterar o esquema da equipe celeste.

“Os erros de passe se avolumaram. Temos ótimos passadores, mas que não estão conseguindo executar. Talvez seja a hora de mudar o esquema de jogo, algumas peças e tentar preparar melhor esses jogadores durante dez, doze, quatorze dias, para que eles possam voltar e serem mais úteis ao Cruzeiro. Nós temos que fazer algumas mudanças. Modificar talvez a maneira de a gente jogar, por mais que eu goste de um futebol ofensivo e tente sempre privilegiar os jogadores de alta qualidade técnica”, disse ele.

“Nós tentamos tudo que é possível dentro dessa formação, tentando privilegiar o jogo. Hoje em dia as pessoas normalmente privilegiam a marcação em detrimento da construção de jogo. Talvez a maior mudança, mais drástica, é no sistema de jogar. Só uma mudança de atitude e de mentalidade de jogo é que pode fazer o Cruzeiro sair neste momento dessa situação”, completou.

Ficha técnica

Gols: Diego Tardelli, aos 18 min., e Alisson, aos 27 min., e Fred, aos 34 min. do 1º tempo; Everton, aos 18 min., e aos 31 min. do 2º tempo

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Cacá, Léo e Dodô; Henrique, Robinho (Sassá), Marquinhos Gabriel e Thiago Neves (Ezequiel); David (Pedro Rocha) e Fred
Técnico: Rogério Ceni

Grêmio: Paulo Victor; Rafael Galhardo, Pedro Geromel (David Braz), Kannemann e Bruno Cortez; Michel (Luan), Matheus Henrique, Alisson e Jean Pyerre; Everton e Diego Tardelli (Pepê)
Técnico: Renato Gaúcho

Cartões amarelos: David e Henrique (Cruzeiro); Alisson (Grêmio)