Brasil

Gregório Duvivier: "Véio da Havan me processou. E perdeu"

No processo contra o humorista, Luciano Hang alegou injúria e incitação ao homicídio

Uma piada de Gregório Duvivier envolvendo Luciano Hang, dono das lojas Havan, foi parar na Justiça. O empresário acabou processando o comediante, que havia escrito no Twitter a seguinte mensagem: "Tô 'tisti'. Alguém mata o véio da Havan". Após a confusão ter cruzado os batentes do tribunal no Rio de Janeiro, Gregório declarou que Luciano Hang perdeu o processo.

"Véio da havan me processou. E perdeu. E a sentença da juiza é maravilhosa", tuitou Duvivier, ao celebrar a decisão. Na ação judicial movida contra Gregório, Luciano Hang, eleitor do presidente Jair Bolsonaro, alegou ter sofrido injúria e que houve incitação ao homicídio. A queixa-crime rejeitada pela juíza Maria Tereza Donatti atestou que a piada "foi formulada por um humorista, nada além disso". 

Na época da mensagem contra Luciano Hang, Gregório explicou que não era para matá-lo. "Não, eu não quero que ninguém mate o velho da Havan. Estava apenas reproduzindo um meme. Quero que todos tenham vida longa, até o velho da Havan, que nem é tão velho assim. Beijo", escreveu. A defesa de Gregório Duvivier relatou que o apelido de Luciano já era conhecido nacionalmente.