Bahia

Bahia tem ventos de até 74 quilômetros por hora

Em Salvador, a média anual é inferior a 14 quilômetros por hora

Foto: Leiamais.ba
Nuvens escuras em Salvador
A previsão é de mar agitado e chuva, no litoral baiano

Ventos de até 74 quilômetros por hora (40 nós) na direção sudese a leste são esperados para este domingo (21/7) no litoral da Bahia, segundo previsões da Marinha do Brasil, por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM).

Em Salvador, a média anual é inferior a 14 quilômetros por hora.

A velocidade horária média do vento em Salvador passa por variações pequenas ao longo do ano.

A época de mais ventos no ano dura 6,3 meses, de 24 de maio a 2 de dezembro, com velocidades médias do vento acima de 13,8 quilômetros por hora. O dia de ventos mais fortes no ano é 8 de agosto, com 14,9 quilômetros por hora de velocidade média horária do vento.

A época mais calma do ano dura 5,7 meses, de 2 de dezembro a 24 de maio. O dia mais calmo do ano é 3 de abril, com 12,8 quilômetros por hora de velocidade horária média do vento.

A intensidade dos ventos será de  até 60km/h (33 nós) entre o litoral dos estados da Bahia, ao norte de Salvador (BA), e do Rio Grande do Norte, aocsul de Touros (RN), entre este domingo à noite e o dia 23 (terça-feia) pela manhã; e de até 60 km/h (33 nós) entre o litoral dos estados de São Paulo, ao norte de Peruíbe (SP), e da Bahia, ao sul de Caravelas (BA), até terça-feira.

Poderão ser observadas ondas, em alto-mar, de direção sudeste a leste com altura entre 3 e 3,5 metros entre os estados de São Paulo, ao norte de Santos (SP), e Rio de Janeiro, ao sul de Arraial do Cabo (RJ), até o dia 23 pela manhã, e de direção sul a sudeste com altura entre 3 e 4 metros entre os estados do Rio de Janeiro ao norte de Arraial do Cabo (RJ) e Bahia ao sul de Caravelas (BA), até o dia 23 pela manhã.

Também poderão ser observadas ondas, em alto-mar, de direção sul a sudeste com altura entre 3 e 4,5 metros no estado da Bahia, ao sul de Salvador (BA), até o dia 23 pela manhã; e de direção sudoeste a sudeste, com altura entre 3 e 4 metros entre os estados da Bahia, ao norte de Salvador (BA), e do Rio Grande do Norte, ao sul de Touros (RN), até terça-feira.

Em virtude da elevação das ondas há condições favoráveis à ocorrência de ressaca com ondas de direção sudeste a leste com altura entre 2,5 e 3 metros entre o litoral dos estados d São Paulo, ao norte de Santos (SP), e do Rio de Janeiro, ao sul do Cabo de São Tomé (RJ) e, ainda, entre o litoral dos estados do Rio de Janeiro, ao norte do Cabo de São Tomé (RJ), e do Rio Grande do Norte, ao sul de Touros (RN).

Chuva

Neste final de semana, há condições de chuva forte e volumosa no leste de Sergipe, Alagoas, Pernambuco e Paraíba, segundo previsões da Climatempo, que alerta para o risco de alagamentos. A estimativa é de volumes entre 40 e 60 milímetros.

Fique sabendo
As medidas da chuva

 

Chuva fraca: quando a intensidade é inferior a 2,5 milímetros por hora (mm/h)
Chuva moderada: a intensidade é igual ou superior a 2,5 mm/h mas inferior a 10 mm/h
Chuva forte: intensidade é igual ou superior a 10 mm/h mas inferior a 50 mm/h
Chuva violenta: quando a intensidade é superior a 50 mm/h (geralmente sob a forma de aguaceiros)

No Sistema Internacional de Unidades, a unidade de pluviosidade (ou "unidade de medida de precipitação") é o milímetro (mm). Uma pluviosidade de 1 milímetro equivale ao volume de 1 litro (L) de água de chuva que se acumulou sobre uma superfície de área igual a 1 metro quadrado.

No litoral do Maranhão, o sol aparece e a partir da tarde ocorrem pancadas de chuva com raios. Em Natal, o sol brilha forte e chove de form rápida e passageira. Em Fortaleza, o sol predomina e o tempo segue firme sem chuva. No litoral da Bahia, as nuvens se espalham intercalando alguns períodos de sol e chuva fraca a moderada intensidade de forma frequente no decorrer do dia.

A região da Chapada Diamantina, tem sol e muitas nuvens sem condições para chuva. Nas demais áreas do Nordeste, o ar seco predomina e inibe as condições de chuva.