Política

"O que Marielle fez? Herói da pátria é demais", diz Frota

O PSOL apresentou um projeto para incluir o nome da vereadora assassinada no Livro, mas o deputado Alexandre Frota (PSL) reprovou a ideia

O PSOL apresentou uma proposta de incluir o nome da vereadoras Marielle Franco no Livro dos Heróis da Pátria, mas a ideia foi duramente criticada pelo deputado federal Alexandre Frota (PSL).

“Marielle Franco no Livro dos Heróis da Pátria. Eu gostaria de saber o motivo que tal projeto fosse concretizado. O que Marielle fez? De verdade o que faz dela uma heroína? Me convençam. Heróis da Pátria é demais né gente”, escreveu Frota em seu Twitter.

Um seguidor argumentou os feitos da parlamentar assassinada em 2018 em prol dos direitos humanos, mas Frota ignorou. Marielle foi morta na noite do dia 14 de março em uma emboscada após sair de uma reunião de trabalho no centro do Rio de Janeiro.

O projeto do PSOL foi apresentado na Câmara Federal. Agora, para avançar a proposta precisa ser aprovada na Câmara e no Senado. O livro fica no Panteão da Pátria Tancredo Neves, na Praça dos Três Poderes, em Brasília, e ressalta os grandes nomes da história do país.