Esportes

Universíade: ouro inédito na natação e medalhas no triplo

Taekwondo entrou em quadra

Foto: Thiago Parmalat/CBDU
Mateus Adão conclui o salto triplo
Mateus Adão levou prata

O Brasil conquistou mais duas medalhas na natação nesta quarta-feira (10/7) na Universíade de Napoli.

A medalha de ouro foi a primeira a sair nos 50m peito com a nadadora Jhennifer Alves, que terminou a prova em 30’73”. A atleta entrou para a história ao ser a primeira brasileira a conquistar o ouro na competição.

Atleta de nataçãoJhennifer bateu, no mês passado, o recorde sul-americano tanto nos 50m quanto nos 100m peito e faz parte da Seleção Brasileira que irá representar o país nos Jogos Pan-Americanos.

“É muito gratificante [a sensação de ganhar a medalha]. Eu já tinha ficado feliz com os 100m peito aqui e os 50m [peito] acredito que esteja ficando um pouco fácil de sair da casa dos 30 segundos. É a primeira medalha de ouro feminina nos Jogos Universitários Mundiais e estou muito feliz de estar fazendo história. É um grande sonho meu incentivar essa garotada a batalhar e competir fora”, conta a atleta.

Ainda na natação, os meninos do revezamento 4x100m medley – Iago Moussalem, Marco Antônio Junior, Pedro Cardona e Gabriel Fantoni – garantiram o terceiro melhor tempo na prova e saíram com o bronze. Os Estados Unidos ficaram em primeiro e a Rússia em segundo.

A natação se despede da Universíade com um ouro, uma prata e dois bronzes.

Atletismo

O dia terminou em Nápoles com 2 medalhas no atletismo brasileiro no salto triplo: Mateus Adão levou prata e Alexsandro de Melo, bronze. Os dois fizeram dobradinha e aumentaram o número de medalhas pro Brasil. Coincidentemente a melhor marca dos dois atletas foi 16,57m.

A melhor marca da carreira de Mateus, que levou prata, foi 16,85m. O bronze, Alexsandro, alcançou a 2ª melhor nota no salto triplo mundial em 2019, 17,20m.

Pela manhã, os medalhistas Paulo André e Rodrigo do Nascimento correram na eliminatória dos 200m com mais de 70 participantes distribuídos em 10 séries em que os 2 primeiros de cada uma mais os 4 outros melhores tempos se classificam para a semifinal que acontece amanhã, 11, às 18h10. Os dois atletas conseguiram se classificar pra semifinal.

No fim da tarde, após uma forte chuva que caiu no Estádio San Paolo, Alisson dos Santos, garantiu vaga para a seminal de amanhã, 11, nos 400m com barreiras. Ele precisava ficar entre os 3 primeiros de sua série ou entre os outros dois melhores tempos das 2 séries disputadas e o atleta ficou em 2º garantindo, assim, a vaga para a final de amanhã, que acontece às 19h10.

Taekwondo 

As competições do Taekwondo começaram no Ginásio Palacasoria, com a participação do atleta Lucas Ostapiv, na categoria -80kg. O brasileiro ganhou a primeira luta contra o atleta da Arábia Saudita, mas perdeu a segunda pra França.

Na manhã desta quarta-feira, 11, os atletas Camila Bezerra (-49kg), Julia Gabriela (-67kg) e Leonardo Teixeira (-58kg) entraram em quadra para buscar classificação. Camila Bezerra chegou a fazer uma luta com a número 1 do mundo na luta pelo bronze, mas não conseguiu, ficando, então em quinto lugar.

O técnico Carlos Magrão elogia a equipe. “A turma tem talento é uma equipe jovem, que está ganhando experiência. A medalha ainda não veio, mas eles estão muito motivados”, fala Magrão.

Amanhã as lutas continuam com os brasileiros Bárbara Novaes (-62kg) e Mateus Henrique (-74kg).