Brasil / Segurança

Idosa mantida em cárcere privado há 20 anos é resgatada

Ela foi presa e obrigada a trabalhar na residência de um casal do interior de São Paulo

Foto: Reprodução/EPTV
Polícia prende casal por manter idosa em cárcere privado durante 20 anos

Um casal foi preso por manter uma idosa, de 63 anos, em cárcere privado há cerca de 20 anos, em uma residência localizada em Vinhedo, região de Campinas, Interior de São Paulo.

A Polícia Civil investigava a participação dos suspeitos por crimes de estelionato, mas encontraram a vítima, na madrugada desta terça-feira (25).

Em situação análoga à escravidão, ela explicou que ficava presa na casa e não recebia salário para cuidar da mãe da suspeita, outra idosa de 88 anos.

Com a autuação, os agentes levaram o casal até a delegacia para esclarecimentos, onde também foi descoberto que a família da vítima, natural de Colorado, no Paraná, já tinha registrado um boletim de ocorrência por desaparecimento.

A idosa vivia em dois cômodos, sem acesso ao mundo externo, e foi a São Paulo para assumir uma vaga de empregada doméstica na casa dos criminosos. Ela revelou que nunca recebeu benefícios, teve os documentos retidos e já foi agredida pelo casal.

"Ela não tinha contato com o mundo exterior. Ela tinha um isolamento social absurdo. Ela não saía da residência, não falava com ninguém a não ser com os autuados e com a senhora idosa", declarou a delegada Denise Margarido ao G1.

A polícia também aponta que os suspeitos abriram uma conta em seu nome para aplicar golpes em comércios da região. "Eles abriram a conta com a justificativa de pagar o salário dela, mas nunca pagaram e começaram a dar cheques em lojas para praticar o estelionato", afirmou a delegada.

Eles foram presos e serão indiciados por estelionato, tortura e cárcere privado. A idosa que era cuidada pela vítima foi encaminhada a Santa Casa de Vinhedo, enquanto ela foi levada para um abrigo municipal.