Cidade / Música

Como será o São João no Pelô

Programação começa às 18 horas nos largos Tereza Batista, Quincas Berro d´Água e Pedro Arcanjo

Filomena Bagaceira, Norberto Curvelo e Tio Barnabé abrem a primeira noite do São João da Bahia, dia 20, quinta-feira, nos largos Tereza Batista, Quincas Berro d´Água e Pedro Arcanjo.

Comemorando 20 anos de trajetória, Filomena Bagaceira, que lançou recentemente o primeiro DVD, sobe ao palco do largo Tereza Batista às 18 horas para embalar o público com a canção de trabalho Febre de Amor. Com Victória Chaves e Mammá Di Souza nos vocais, a banda promete um show animado.

Com duas mulheres na linha de frente, a banda A Patroa tem Daisy Soares, no vocal, e Paulinha, na guitarra. Com uma voz potente, repertório atual e o empoderamento feminino, o grupo lançou sua aposta para o período junino, Farra da Galha. Gereba, Forró Passa Pé e Vinny Brasil completam a grade no Tereza Batista.

Dono de hits consagrados, como Red Label ou Ice e Ai Se Eu Te Pego, Norberto Curvello festeja seu terceiro ano de carreira solo no palco do Largo Quincas Berro d’Água.

No repertório, o cantor apresenta Voando Pra te Ver, Funga Funga da Sanfona, Vai Morrer de Chorar e Completamente Seu, além da composição de Nay Oliveira, Debaixo do Meu Cobertor. 

A grade do largo terá também Xote Bacana, Forró Sobepoeira, Xote de Anjo e Carlos Villela.

Já no largo Pedro Arcanjo quem abre a festa é Tio Barnabé, com nova formação: Lukas Marks e Rapha Ribeiro têm a missão de comandar a banda, que comemora 15 anos de estrada.

Na sequência, sobem ao palco o cantor Lucas Melo e Edd Bala. A banda Dona Encrenka encerra a primeira noite.

Com o tema Respeita as Mina, o São João no Pelourinho terá um dia totalmente dedicado às mulheres: sexta-feira, 21, a partir das 18 horas.

O destaque do dia será o show de Elba Ramalho.

Prestes a completar 35 anos de carreira, a Ave de Prata continua a dar um banho de musicalidade. Seus espetáculos abrangem todos os públicos.


A cantora Elba Ramalho - Foto: Rosilda Cruz

Elba justifica a abrangência do seu público pela versatilidade do seu trabalho. Não existe nada de padrão em seu canto, que domina com a mesma propriedade canções típicas do nordeste brasileiro, baladas românticas, rocks, sambas e até o blues norte-americano.

O palco principal do projeto, instalado no Largo do Pelourinho, será aberto pela Orquestra Popular da Bahia. Três mulheres, Elen Wilson, Dheya Lessa e Elaine Fernandes, sobem ao palco para cantar os clássicos do forró.

Jeanne Lima e seu show para cima é a segunda apresentação da noite. Dona de uma voz marcante e estilo próprio, Jeanne vai levar para o público um repertório com o melhor do forró, incluindo sucessos da carreira, além de clássicos da Limão com Mel e de artistas como Marilia Mendonça, Luísa Sonza e Anitta. Com 25 anos de carreira, já passou por diversas bandas e hoje se consolida como artista solo, com cinco CDs gravados. 

Depois de Elba Ramalho será a vez da Colher de Pau dar o tom. Com nova vocalista, Samara Souto, a banda é dona de canções como Beijar é Bom, Janaína, Amore Mio e Natalie.

Ao todo são 11 CDs, sendo três deles gravados “ao vivo” em Salvador, Porto Seguro e Campina Grande. No palco, possui um repertório eclético, com uma mistura de ritmos, mas também passeia por todas as vertentes do forró, desde o tradicional pé-de-serra, vanerão e romântico.

No Largo do Pelourinho, a noite se encerra ao som de Marcia Short, que fará um show especial para a festa junina. Com mais de 30 anos de carreira, a cantora apresentará clássicos do forró de nomes como Dominguinhos, Luiz Gonzaga, Trio Nordestino e Elba Ramalho com arranjos inspirados na sua trajetória musical.

No Largo Tereza Batista, a programação conta com Rebeca Tarique, Lara Amelia, Cole Comigo, Mariana Fagundes e Cris Mel. No Quincas Berro d´Água, nomes como Julie de Assis, Cida Martinez, Nadia Maia e Maira Cajé.

A grade do Pedro Arcanjo tem Walquiria Santos, Menina Forrozeira, Geovana e banda, Gabriela Moraes e Odilani e Vitoria.

No Largo do Cruzeiro de São Francisco, a Sala de Reboco, um espaço para dançar e aprender os passos do forró, terá a animação de Lore Improta, Gabriela Freire, Ellen Wilson, Bella Flor, Fernanda Portirio e Alessandra.

Alceu Valença é a atração principal do sábado, dia 22, no Largo do Pelourinho.


O cantor e compositor Alceu Valença - Foto: Tatiana Azeviche

A programação, que começa às 18 horas, segue com Carlos Pita, Enok Virgulino, Pra Casar e Flor Serena.

Intérprete de sucessos como Bobo da Corte, Coração Bobo, Anunciação, Girassol e Como Dois Animais, Alceu Valença também trará ao repertório canções de artistas consagrados como Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro, pilares da construção da identidade musical nordestina.

Celebrando 40 anos de carreira, o cantor e compositor Carlos Pita abre a noite do Largo do Pelourinho. Com repertório que mescla xote, maracatu e baião, o cantor trará no repertório suas canções, a exemplo de Cometa Mambembe, Coração Saltimbanco, Amor e Laser, Te Amo Princesa e Forró Brasileiro, além de clássicos de Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro.

São mais de 40 anos de forró. Enok Virgulino é reconhecido pelo seu talento e carisma, ao ponto de ter recebido de Dominguinhos o título de baluarte da sanfona. Enok, junto com seu trio, o Virgulino, lideraram todo o movimento do forró em meados da década de 90. Agora chegou a vez de um momento de carreira solo. Hoje ele é considerado um dos principais sanfoneiros do Brasil.  

Com nova formação, a banda Pra Casar apresenta seu cantor, Allan Almeida. Formada há sete anos, mistura estilos musicais. A experimentação de ritmos passeia pelo reggae, forró, pagode e axé.

O grupo conta com hits autorais, entre eles Não Quero Compromisso, gravada pelo cantor Silvanno Salles, e Triste Alegre, sucesso em todo o Brasil. Além de canções autorais, o repertório da banda inclui sucessos de artistas como Wesley Safadão, Gabriel Diniz, Xandy Avião e Solange Almeida.

Banda Flor Serena apresenta o mais novo CD, batizado de Rancho das Estrelas. O álbum é autoral com composições de Verlando Gomes (cantor da banda) e seus parceiros musicais.

Comemorando 19 anos, a banda é formada por sete músicos, que resolveram cantar suas histórias de vida com um repertório variado. Tocando por todo Brasil, já fez shows em Barcelona (Espanha), na Lavagem de Madeleine em Paris (França) e em Viena (Áustria), onde os integrantes receberam o título de Embaixadores da Paz da ONU.

O espaço dedicado à dança será o Largo do Cruzeiro de São Francisco, a Sala de Reboco. No dia 22, a programação conta com nomes como Lore Improta, Lucas Tibério, Pisa Macio, Poizé e João Almeida.

No Largo Tereza Batista, a grade conta com artistas como Tenysson Del Rey, Rosy e Banda, Jorge Zarath e Diego Vieira.

Os que preferirem ficar no Largo Quincas Berro D´Água terão Zefa di Zeca, Dois Amores, Léo Novo Som, Boneca Cobiçada e Teus Santos. No Pedro Arcanjo, a animação fica por conta de Dilsinho Santana, Forró Sarakura, Kimimo do Forró, entre outros.