Esportes

Brasileiro anula gol e Itália é eliminada da Copa Sub-20

Ucrânia desbancou a Azzurra por 1 a 0 em Gdynia, na Polônia

Com um gol anulado pelo árbitro brasileiro Raphael Claus no final da partida, a Itália perdeu nesta terça-feira (11) para a Ucrânia por 1 a 0 e foi eliminada na semifinal da Copa do Mundo sub-20.

A Itália, que era a favorita, controlou a partida, mas não conseguiu criar boas oportunidades na primeira etapa. A melhor chance foi do atacante Serhiy Buletsa, que acertou um chute no canto esquerdo e fez o goleiro Alessandro Plizzari realizar grande defesa.

Os italianos até tentaram abrir o placar, mas os únicos dois chutes perigosos nem tiveram a direção do gol defendido por Andriy Lunin. Por sua vez, a Ucrânia acertou oito arremates, e um deles foi fatal.

Yukhym Konoplia foi carregando a bola e cruzou dentro da área para Buletsa. O jogador do Dínamo de Kiev acertou o chute e não deu nenhuma chance para Plizzari defender.

Precisando do resultado, a Itália foi com tudo ao ataque em busca do empate. Além disso, a expulsão de Denys Popov, aos 34 minutos do segundo tempo, ajudou a Azzurra.

Nos acréscimos da etapa final, Gianluca Scamacca fez um golaço e empatou para a Itália. Porém, o brasileiro Raphael Claus consultou o VAR e anulou o gol italiano, alegando que o atacante acertou o zagueiro ucraniano com o cotovelo antes de anotar o tento.

Com o resultado, a Ucrânia conseguiu chegar pela primeira vez na história em uma final do Mundial sub-20 e enfrentará na decisão o vencedor de Coreia do Sul e Equador. Já para a Itália, restará a disputa pelo terceiro lugar do torneio.

"Creio que se trata de um erro e não de uma injustiça. Scamacca alargou o braço para defender a bola e não para fazer a falta", disse o técnico da seleção italiana, Paolo Nicolato