Esportes

Santos e Inter empatam na Vila

O árbitro de vídeo trabalhou nos dois lances capitais da partida

Foto: Santos
O jogo terminou empatado por 0 a 0
O jogo terminou empatado por 0 a 0

Com um gol e um pênalti anulado para cada lado, Santos e Internacional ficaram apenas no empate em 0 a 0 na Vila Belmiro, em Santos, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro. O árbitro de vídeo (VAR) trabalhou nos dois lances capitais da partida ao confirmar o impedimento de Guilherme Parede no primeiro tempo e depois ao invalidar um pênalti em cima de Rodrygo.

O resultado na Vila Belmiro deixou o Santos com 11 pontos, correndo o risco de perder a sua vaga no G4 ao final da 6ª rodada. Já o Internacional, que estava de olho em ganhar posições no confronto direto, segue com apenas 10 pontos.

O Internacional criou as melhores oportunidades do primeiro tempo. Mas, quem chegou com perigo pela primeira vez foi o Santos. Com 10 minutos, Victor Ferraz solta com Rodrygo na ponta direita e o atacante tentou um cruzamento rasteiro na pequena área, mas Marcelo Lomba apareceu para espalmar e Bruno completou pra escanteio.

Mais tarde, aos 30 minutos, o Inter quase abriu o placar na Vila Belmiro. Guerrero saiu cara a cara com Vanderlei e deixou com Guilherme Parede, que só completou para o fundo das redes. Os jogadores chegaram a comemorar, mas o árbitro Rodolpho Toski deu impedimento do peruano no início da jogada e o VAR confirmou a marcação.

Paolo Guerrero ficou a detalhes de deixar a sua marca no primeiro tempo, aos 36 minutos. Nico López roubou a bola e enfiou para o atacante, que tirou o zagueiro Lucas Veríssimo só com o domínio e bateu cruzado, mas o goleiro Vanderlei, com a ponta das luvas, fez uma grande defesa e jogou pela linha de fundo. Na cobrança de escanteio, Guilherme Parede pegou o rebote e emendou o chute, mas jogou tirando tinta da trave.

No início do segundo tempo, o Inter novamente chegou com perigo aos nove minutos. Ednílson cobrou o escanteio fechado, Gustavo Henrique tentou o corte, mas a bola ficou viva dentro da grande área. Vanderlei tenta afastar, também erra e ela fica com Nonato, que bate sem ninguém no gol e ainda assim mandou pela linha de fundo.

O Santos conseguiu responder aos 14 minutos. Victor Ferraz acionou Eduardo Sasha pela direita. O atacante levantou a cabeça e cruzou para o meio. Jean Mota dominou e bateu em cima da marcação. Depois, com 26, Diego Pituca pegou um rebote dentro da grande área e completou com uma finalização rasteira, mas Marcelo Lomba espalmou bonito.

No finalzinho do jogo, aos 38 minutos, Rodrygo tabelou com Cueva, invadiu a grande área e caiu após contato com Victor Cuesta. O Rodolpho Toski assinalou o pênalti em um primeiro momento, mas depois reviu o lance com o auxílio do árbitro de vídeo e anulou a sua marcação, mantendo o jogo empatado em gols na Vila Belmiro.

No próximo domingo, às 16 horas, o Santos viaja até Fortaleza enfrentar o Ceará na Arena Castelão, pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro. No mesmo dia, o Internacional recebe o Avaí, às 19 horas, na Arena Beira-Rio, em Porto Alegre.

Depois do jogo

Marcelo Lomba saiu de campo comemorando o ponto conquistado contra o Santos na Vila Belmiro. Vindo de duas vitórias consecutivas, o Internacional ainda não tinha somado nenhum tento como visitante e, por isso, o goleiro fez questão de elogiar a atuação da equipe em Santos. Com o resultado o elenco de Odair Hellmann segue brigando por uma vaga no G4 do Campeonato Brasileiro ao final da 6ª rodada.

“Dá pra comemorar esse ponto. A gente fez um excelente jogo e acho que se tivesse que ter um vitorioso hoje teria que ser o Inter, criamos mais chances. Mas vir aqui é sempre difícil, o Santos também propõe o jogo”, comentou Marcelo Lomba. O Internacional teve um gol de Guilherme Parede anulado no primeiro tempo, mas controlou boa parte da partida.

“Em termos de atuação essa foi uma das nossas melhores atuações fora de casa. Agora é pensar no jogo contra o Paysandu lá em Belém pela Copa do Brasil, vamos descansar porque é uma viagem mais longa e é um jogo muito importante”, completou o goleiro. Na próxima quarta-feira, às 19h15, o clube enfrenta o Paysandu no Mangueirão.

Como venceu o primeiro jogo por 3 a 1 em Porto Alegre, o Inter pode até perder por um gol de diferença em Belém que ainda assim volta com a classificação. No Campeonato Brasileiro o time joga apenas no próximo domingo, às 19 horas, contra o Avaí novamente no Beira-Rio. Com 10 pontos, o clube se manteve de olho em uma vaga no G4.