Música / Palco

Prefeitura lança edital para seleção de Espaços Culturais Boca de Brasa

As inscrições poderão ser feitas até o dia 26 de junho

Foto: Jefferson Peixoto/Secom

A Prefeitura, por meio da Fundação Gregório de Mattos (FGM), lançou o edital para seleção de Espaços Culturais Boca de Brasa.

O documento foi publicado no Diário Oficial do Município de quinta-feira (23/05).

A iniciativa prevê a concessão de aporte financeiro para propostas de aprimoramento a potencialização, dinamização, ampliação e/ou sustentabilidade de atividades desenvolvidas em espaços culturais.

As inscrições poderão ser feitas até o dia 26 de junho. Serão contemplados até quatro projetos com R$150 mil cada.

No período de execução, eles passarão a ser identificados como Espaços Culturais Boca de Brasa. As propostas devem ser apresentadas exclusivamente por organizações da sociedade civil, estabelecidas há pelo menos um ano em Salvador e que possuam finalidade cultural declarada em estatuto social.

As propostas apresentadas devem ser desenvolvidas, desde a pré-produção até a avaliação final, no período de 1º de novembro de 2019 a 31 de outubro de 2020.

Serão priorizadas inscrições oriundas de bairros localizados nas Zonas Especiais de Interesse Social do Município de Salvador (Zeis) e de bairros onde não existam equipamentos culturais públicos em funcionamento.

O edital completo e mais informações sobre a seleção também podem ser obtidas no site www. bocadebrasa. salvador. ba. gov. br. Os candidatos devem ler o documento antes de efetuar a inscrição.

Fomento – O Boca de Brasa leva o nome de um dos apelidos do poeta Gregório de Mattos, que dá nome a instituição responsável por desenvolver as políticas culturais municipais.

Criado em 1986, o projeto visa fomentar a cultura na periferia, com foco na promoção da cidadania, por meio do incentivo às manifestações artísticas dos bairros da capital baiana.

Em 2013, a ação recebeu um novo formato, com oficinas gratuitas de diferentes áreas artísticas, bem como formação de gestores. Até 2016, foram realizadas 21 edições, com público total de 42 mil pessoas, 120 oficinas realizadas e 2,3 mil agentes culturais atendidos em 20 bairros.

Estrutura – O primeiro edital Espaços Culturais Boca de Brasa foi lançado em 2017, concedendo aporte financeiro a três propostas voltadas ao aprimoramento, dinamização e/ou ampliação das atividades artístico-culturais desenvolvidas em espaços culturais já existentes.

Foram selecionados, na ocasião, os Espaços Boca de Brasa Pracatum, em Brotas; Avançar, no Bairro da Paz; e JACA, em Cajazeiras V.

Em 2018, a Prefeitura construiu e inaugurou dois espaços do tipo: no Subúrbio 360, em Coutos, e no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU Valéria), em Valéria. Nestes locais, são desenvolvidas oficinas e diversas atividades artísticas e culturais gratuitas, como o Cine Clube Boca de Brasa, os Diálogos Boca de Brasa e o Palco Aberto.