Cidade

Procurador assistente da PGE é suspeito de agredir adolescente em Salvador

Caso aconteceu em um edifício de alto padrão na Av. Garibaldi

Um procurador assistente do Estado da Bahia está sendo acusado de agredir um adolescentes dentro do edifício Elegance Garibaldi Condomínio Clube, em Salvador. O procurador assistente  é suspeito de agredir um grupo de adolescentes, após uma confusão entre os jovens e o filho dele.

Imagens das câmeras do circuito de segurança do edifício mostram quando o homem se aproxima dos meninos e começa a agredí-los verbalmente. O homem chega a colocar o dedo no rosto de um dos garotos e o empurra em direção ao sofá.  O menino se levanta e começa a discutir com o procurador. Um funcionário do condomínio chega para intervir na confusão e apartar a briga.

Em nota, a Procuradoria Geral do Estado da Bahia se pronunciou informando  que "diante da repercussão do caso envolvendo um de seus procuradores, a Procuradoria Geral do Estado da Bahia vem a público esclarecer que repudia veementemente todo e qualquer tipo de violência". 

A  Procuradoria afirma que que está acompanhando o caso  e a situação poderá ser apreciada pelo Conselho Superior do órgão.

As informações são do site  'BNews' e do programa de TV 'Balanço Geral', da Rede Record Itapoan