Mundo

Tubarão 'beija' testa de cientista na África

"Um presente para toda vida", pontuou o cientista

Um tubarão 'beijou' a testa do cientista Kevin Schmidt que comandava uma expedição na costa da Cidade do Cabo, localizada no litoral ocidental da África do Sul. O fotógrafo Steve Woods registrou o carinho, denominado como “pequeno beijo azul”.

Segundo as informações publicadas no portal Extra, o cientista classificou o episódio como "um presente para toda vida". Em entrevista à Fox News, ele defendeu o temido animal.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A little blue kiss - Sharks are very inquisitive, the need to touch and feel with their mouths, especially due to their Electro-receptors that are located in little pits around their mouths. There is absolutely no aggression here, and you just understand what the shark is doing and keep your cool, then you might be lucky enough to get a little kiss if your name is Kevin (@illest_gillz ) #blueshark #blue #mako #shark #capepoint #photography #underwater #predator #wildlife #scuba #illgrammers #agameoftones #1dxmarkii #canon_official #marineconservation #keepitwild #stayandwander #lonelyplanet #passionpassport #theoutbound #explorewildly #finditliveit #adventuremobile #exploremore #bestvacations #natgeo #travelstoke #ikelitestrobes #wonderful_places #southafrica

Uma publicação compartilhada por Steve Woods Photography (@steve_woods_photography) em

"Ficamos uma hora com quatro tubarões azuis e três makos. Tubarões, geralmente, são retratados de uma forma negativa que não reflete o verdadeiro comportamento deles. O sensacionalismo retrata violência e força, que ofuscam a graça e a beleza que essas criaturas possuem. Não há agressão aqui".