Brasil / Segurança

Atirador postou várias fotos com arma antes do massacre

O rapaz aparece portando uma arma e mostrando o dedo do meio

Um dos dois atiradores que invadiram a Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo, teria publicado muitas fotos em uma conta no Facebook com a possível arma do crime.

Nas fotografias, o menor Guilherme Monteiro, de 17 anos, que estava junto com Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, na hora do crime, veste as mesmas roupas usadas na ação, incluindo uma máscara de caveira.

O rapaz também aparece portando uma arma, mostrando o dedo do meio e fazendo um sinal que remete a suicídio. 

Na rede social, as postagens ganharam milhares de compartilhamentos e comentários.

O ataque deixou ao menos dez vítimas, entre funcionários e crianças, além dos dois criminosos, que se suicidaram, de acordo com informações da polícia local.

Informações da equipe médica no local são de que há outras 23 pessoas feridas, mas não ficou claro quantas seriam crianças. A escola oferece ensino fundamental e médio e um centro de estudos de língua.

Um vídeo feito por uma câmera de segurança instalada em um imóvel bem em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, interior de São Paulo, mostra a chegada de Guilherme Monteiro e Luiz Henrique de Castro, 25, à unidade estudantil e, em seguida, a entrada dos dois atiradores.