Bahia / Brasil / Segurança

PF combate desvio de recursos públicos na Bahia e em Sergipe

"Operação Acesso Negado" tem o objetivo de desarticular organização criminosa

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (12), nas cidades de Aracaju, Salvador, Feira de Santana, Juazeiro e Petrolina, a Operação Acesso Negado – Game Over, com o objetivo de desarticular organização criminosa responsável por desvio de recursos públicos.

Trata-se da segunda fase da Operação Acesso Negado, desencadeada em novembro de 2015, e fruto de mais de três anos de trabalho investigativo, que confirmou irregularidades na contratação, pelo Município de Canindé de São Francisco, de uma Organização de Sociedade Civil de Interesse Público - OSCIP.

Participam da ação 80 policiais federais, que cumprem 18 mandados de busca e apreensão, todos expedidos pela 6ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Itabaiana/SE, abrangendo os estados de Sergipe, Bahia e Pernambuco, além de medidas cautelares de proibição de contratar com o poder público por parte da OSCIP e de bloqueio de cerca de R$ 1,3 milhão do patrimônio dos investigados.

Os envolvidos responderão por pelos delitos de participação em organização criminosa, desvio de verbas públicas praticado por Prefeito, fraude em licitação e lavagem de dinheiro.