Cidade / Fim de Semana / Música

Culturata levará a 11º Bienal da UNE para as ruas de Salvador

A caminhada cultural acontecerá ao som do Ilê Aiyê, Filhos de Gandhy e Didá

Foto: Divulgação

Os jovens participantes da 11ª Bienal da UNE ocuparão as ruas do centro de Salvador neste sábado, dia 09 de fevereiro, a partir das 16h.

Ao som da Banda do Ilê Aiyê, Didá e Filhos de Gandhy, os estudantes marcharão de modo festivo na Culturata, tradicional ato de encerramento do evento, consistindo numa caminhada em defesa da educação e da democracia brasileira.

Maior festival estudantil da América Latina, a Bienal da UNE alcança a marca de 20 anos de realização, prestando uma homenagem ao cantor e compositor Gilberto Gil, com o tema “Gil, um reencontro com o Brasil”

Ainda neste sábado, abrigada no Wet n’ Wild, a programação cultural do festival ainda conta com a Mostra Estudantil de Música, com apresentações de Guilhermo Ventura e Ofá, abrindo a noite.

Na Mostra Convidados será possível conferir, nomes como Francisco, El Hombre, Cortejo Afro em homenagem a Gilberto Gil e ÀTTOOXXÁ.

O evento será encerrado no domingo, dia 10 de fevereiro, no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, com um ato de celebração dos 40 anos de reconstrução da União Nacional dos Estudantes-UNE e uma homenagem ao ex-presidente da UNE Rui César.

Pela primeira vez as três entidades estudantis nacionais - União Nacional dos Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) se somam em um grande evento, dando origem ao Festival dos Estudantes, ampliando ainda mais o já considerado maior encontro estudantil da América.

HISTÓRIA DA BIENAL DA UNE

Em 1999, com a realização da 1º Bienal em Salvador (BA), a UNE retomou com vigor o seu trabalho cultural que teve destaque na década de 1960 com o famoso Centro Popular de Cultura (CPC). Na sua 6ª edição, novamente em Salvador o evento exaltou as raízes do Brasil em 2009. Na sua última edição em 2017 o festival propôs a reinvenção no Brasil inspirada nas feiras livres na cidade de Fortaleza (CE).

Já passaram pela Bienal o próprio homenageado deste ano Gilberto Gil, Oscar Niemeyer, Ariano Suassuna, Abdias Nascimento, Alceu Valença, Ziraldo, Tom Zé, Martinho da Vila, Augusto Boal, Beth Carvalho, Dona Ivone Lara, Lenine, Naná Vasconcelos, Criolo, Pitty e muitos outros personagens.