Mundo

Chinês que vendeu rim por iPhone agora vive de diálise

Homem estava tão desesperado pelos dispositivos da Apple que decidiu vender seu rim

Foto: Reprodução/AsiaWire
Pelo órgão, o chinês recebeu o equivalente a R$ 11,8 mil

Um homem que vendeu um de seus rins para comprar um iPhone e um iPad foi internado depois que o órgão remanescente entrou em falência. Wang Shangkun, agora com 25 anos, estava tão desesperado pelos principais dispositivos da Apple, que decidiu vender seu rim em 2011 no mercado negro.

Pelo órgão, o chinês recebeu o equivalente a R$ 11,8 mil. Com o dinheiro, Wang comprou não somente um iPad, como também um iPhone 4 na época. Recentemente, a mídia local chinesa revelou que Wang passa seus dias na cama e depende da diálise para sobreviver à falência renal.

Ele desenvolveu deficiência renal não muito tempo depois da cirurgia ilegal. O homem teria contraído uma infecção por causa do ambiente insalubre em que ocorreu o procedimento. Além disso, não houve cuidados pós-operatórios ideais. Ele foi forçado a desistir de seus estudos e vive de benefícios sociais.

Em 2012, nove pessoas foram presas em conexão ao caso, incluindo dois médicos que fizeram a cirurgia, realizada na cidade de Chenzhou (província de Hunan).