Política

Governo determina a técnicos "lei do silêncio", diz coluna

Erros na comunicação do governo expõe diretamente o presidente

Técnicos do segundo escalão recém-chegados ao Palácio do Planalto estão sendo orientados a não manter conversas individuais com jornalistas a fim de evitar desencontro de informações sobre propostas do governo, diz a Coluna do Estadão.

A ordem começou a ser repassada pelos chefes aos seus subordinados após Jair Bolsonaro ter sido desmentido na semana passada sobre a possibilidade do aumento do IOF, de nova tabela do Imposto de Renda e a proposta de idade mínima para a aposentadoria. Erros na comunicação do governo expõe diretamente o presidente.

Na conversa com o candidato à presidência da Câmara Fábio Ramalho (MDB-MG) ontem, Jair Bolsonaro disse que sua prioridade é a votação da reforma da Previdência, a pauta da segurança pública e o aumento da validade da carteira de motorista de cinco para dez anos.