Palco

Amarelo Ouro Mi Maió se apresenta pelo FESTAC dias 06 e 07 de dezembro

Espetáculo traz uma discussão contemporânea a cerca da yabá Oxum

Foto: Divulgação

A Cia da Mata, grupo de dança do bairro Mata Escura, em Salvador, vai apresentar na 3ª edição do Festival Estudantil de Artes Cênicas (FESTAC) o espetáculoAmarelo Ouro Mi Maio, nos dias 06 de dezembro, às 17h, no Teatro Martim Goncalves; e 07 de dezembro, às 18h, no Centro Cultural de Plataforma. 

O espetáculo, que tem coreografia de Cleverton Santos, traz a yabá Oxum, deusa negra africana detentora da beleza, fertilidade e feminilidade, para o debate contemporâneo acerca do papel da mulher na sociedade.

A 3ª edição do Festival Estudantil de Artes Cênicas (FESTAC) é uma realização dos Coletivos COATO, COOXIA e a Escola de Teatro da UFBA, e contará com obras do interior e da capital baiana. 

O Festival Estudantil de Artes Cênicas é um espaço de encontro entre artistas criadores das artes aplicadas dentro das Escolas Secundaristas e das Escolas de Artes Cênicas do Estado da Bahia. 

O FESTAC ocorre de 01 e 09 de dezembro com propostas de trabalho nas áreas de Teatro, Dança, Performance, Circo, ocupando diferentes espaços culturais da cidade do Salvador – Teatro Castro Alves, Teatro Martins Gonçalves, Teatro Gamboa Nova, Teatro Sesc Senac Pelourinho, Casa Evoé (Largo dos Aflitos), Centro Cultural Plataforma e o Laboratório de Experimentação Estética do Museu de Arte da Bahia.