Cidade / Palco

Projeto em Salvador discute a dança na diáspora africana

Os encontros discutem a relação de organizações e movimentos sociais com o campo da cultura e o protagonismo das linguagens artísticas nas disputas identitárias

Carmen Paternostro, professora doutora, vice-diretora da Escola de Dança da UFBA
Carmen Paternostro, professora doutora, vice-diretora da Escola de Dança da UFBA

"A dança da/na Diáspora Africana", com a coreógrafa, dançarina, professora e pesquisadora Amélia Conrado (Brasil) e o coreógrafo Augusto Soledade (Brasil/Estados Unidos), atual residente do Programa de Residência Artística Vila Sul do Goethe-Institut, será o tema do projeto "Memórias Contemporâneas", dia 19/7, segunda-feira, às 19h.

Eles serão mediados por Carmen Paternostro, professora doutora, vice-diretora da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia (UFBA). O evento se realiza na Biblioteca do Goethe-Institut, com entrada franca.

Instituído pelo Centro de Memória da Bahia da FPC, o "Memórias Contemporâneas" é um projeto nas áreas de história e memória que objetiva a constituição de um banco de dados audiovisual acerca da cultura e seus agentes, a partir da década de 1950.

Os encontros, que se atentam à relação de organizações e movimentos sociais com o campo da cultura e o protagonismo das linguagens artísticas nas disputas identitárias, são registrados em vídeo.

Os convidados – Doutora e mestre em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Amélia Conrado é também especialista em Coreografia pela Escola de Dança da UFBA e licenciada em Educação Física pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Nascido na própria Bahia e radicado nos Estados Unidos, Augusto Soledade iniciou seu treinamento de dança na UFBA, em um programa com forte ênfase em dança moderna, e treinou com Garth Fagan e Clyde Morgan. Também é formado em jornalismo pela mesma instituição e obteve seu M.F.A. em Dança da SUNY Brockport em 1998.

Carmen Paternostro, professora doutora, é vice-diretora da Escola de Dança da UFBA. Dançarina, coreógrafa e diretora de espetáculos. Fez doutorado na Escola de Teatro com estágio sanduíche na Alemanha. 

Anote

Data e horário: 16 de julho (segunda-feira), 19h
Local: Biblioteca do Goethe-Institut Salvador-Bahia  (Av. Sete de Setembro, 1809 – Corredor da Vitória)

Entrada franca