Política

Geddel pode delatar após rastreamento de celular

A situação do ex-ministro se agrava devido à materialidade das provas, o que o pode levar ele a delatar

O ex-ministro Geddel Vieira Lima esteve, de fato, no local apontado pelo delator Lúcio Funaro, nas datas e nos horários em que Funaro disse ter entregado dinheiro ao ex-ministro. A descoberta foi feita após a Polícia Federal rastrear o celular de Geddel.

De acordo com o blog do Camarotti, o testemunhal e as provas são muito fortes contra Geddel Vieira Lima.

Neste testemunhal há também o delator Lúcio Funaro, que foi operador do PMDB e, nele também é citado os encontros de Geddel e Funaro no hangar. A situação do ex-ministro se agrava devido à materialidade das provas, o que o pode levar ele a delatar.