Brasil

Receita alerta contra tentativas de golpe via e-mail

Links contidos nas mensagens costumam ser a porta de entrada para vírus e malwares no computador

A Receita Federal (RF) emitiu um alerta nesta terça-feira (12) aos contribuintes para tentativas de fraude eletrônica envolvendo o nome da instituição e tentativas de aplicação de golpes via e-mail. Os links contidos nas mensagens costumam ser a porta de entrada para vírus e malwares no computador.

"Tais mensagens utilizam indevidamente nomes e timbres oficiais e iludem o cidadão com a apresentação de telas que misturam instruções verdadeiras e falsas, na tentativa de obter ilegalmente informações fiscais, cadastrais e, principalmente, financeiras", diz o comunicado.

Receita alerta contra tentativas de golpe via e-mailLinks contidos nas mensagens costumam ser a porta de entrada para vírus e malwares no computadorpor Nathália Guimarães qua, 13/06/2018 - 11:23 Pexels Órgão federal esclarece que não envia mensagens via e-mail sem a autorização do cidadão
Pexels
A Receita Federal (RF) emitiu um alerta nesta terça-feira (12) aos contribuintes para tentativas de fraude eletrônica envolvendo o nome da instituição e tentativas de aplicação de golpes via e-mail. Os links contidos nas mensagens costumam ser a porta de entrada para vírus e malwares no computador.

"Tais mensagens utilizam indevidamente nomes e timbres oficiais e iludem o cidadão com a apresentação de telas que misturam instruções verdadeiras e falsas, na tentativa de obter ilegalmente informações fiscais, cadastrais e, principalmente, financeiras", diz o comunicado.

O órgão federal esclarece que não envia mensagens via e-mail sem a autorização do cidadão, nem autoriza terceiros a fazê-lo em seu nome. A única forma de comunicação eletrônica com o contribuinte é por meio do centro virtual localizado em sua página na internet.

Segundo o especialista da fabricante de antivírus Kaspersky Lab, Thiago Marques, o objetivo dos cibercriminosos com o golpe é sempre o mesmo - forçar o usuário a baixar e executar um programa cuja finalidade será instalar um trojan na sua máquina.

"É a mesma tática de golpes anteriores que utiliza um tema de grande interesse da população, ainda mais nesse caso em que envolve dinheiro", afirma o analista de segurança da Kaspersky Lab. Para esclarecimento de dúvidas ou informações adicionais os contribuintes podem procurar as unidades do órgão federal.