Famosos

Desembargador suspende bloqueio das contas de Anitta

Decisão faz parte da briga judicial entre a cantora e a ex-empresária

Foto: Divulgação

A briga judicial entre Anitta e sua ex-empresária Kamilla Fialho parece não ter fim. Nesta terça (12), o desembargador Adolpho Andrade Mello, da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, suspendeu a decisão que determninava o bloqueio de R$ 2.820.211,20 nas contas da cantora.

Os advogados de Anitta recorreram da ordem de bloqueio expedida no dia 4 de junho, pela 6ª Vara Cível da Barra da Tijuca. O valor corresponde à diferença da multa contratual cobrada por Kamilla Fialho, da K2L Empreendimentos Artísticos, agência que cuidou da carreira da artista quando no início. As informações foram divulgadas pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Segundo o desembargador relator, a decisão de primeira instância teria ocorrido antes do julgamento de um dos dois incidentes de suspeição em que a defesa da cantora questiona a parcialidade da juíza da 6ª Vara Cível. O primeiro foi rejeitado pela 9ª Câmara Cível no dia 22 de maio, já o segundo ainda está em fase de isntrução processual.