Esportes

Sebastian Vettel vence no Canadá e passa à frente de Lewis Hamilton

Com o resultado, Vettel pulou para 121 pontos

Foto: Pirelli/LAT Imagens
O piloto da Ferrari liderou de ponta a ponta no Circuito Gilles Villeneuve
O piloto da Ferrari liderou de ponta a ponta no Circuito Gilles Villeneuve

O alemão Sebastian Vettel venceu neste domingo o GP do Canadá de Fórmula 1. Em uma prova morna e sem grandes emoções, o piloto da Ferrari liderou de ponta a ponta no Circuito Gilles Villeneuve. De quebra, contou com o dia decepcionante de Lewis Hamilton para ultrapassá-lo e assumir a liderança do Mundial de Pilotos.

Com o resultado, Vettel pulou para 121 pontos, assumindo a ponta e deixando para trás Hamilton, que chegou a 120. A terceira colocação na temporada é de Valtteri Bottas, com 86, seguido por Daniel Ricciardo, com 84, e Kimi Raikkonen, com 68.

A vitória de Hamilton foi encaminhada no sábado, quando o alemão garantiu a pole position no treino de classificação. Neste domingo, ele foi competente para manter a posição na largada, abriu vantagem logo nas primeiras voltas e completou a prova na frente.

Pior para Hamilton, que viveu domingo para esquecer em Montreal. O tetracampeão mundial largou em quarto, sofreu com a boa estratégia da Red Bull e ficou atrás de ambos os carros da equipe austríaca. Acabou na quinta colocação, o que permitiu que Vettel o ultrapassasse.

O inglês ainda viu seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, manter a segunda posição do grid e completar a prova atrás apenas de Vettel, mas sem conseguir ameaçar o alemão em nenhum momento.

Depois de liderar os três treinos livres em Montreal, holandês Max Verstappen também fez bonito neste domingo e completou o pódio, na terceira colocação. Seu companheiro de Red Bull, o australiano Daniel Ricciardo contou com uma boa largada e a ótima estratégia da equipe para subir de sexto para quarto. Completando os seis primeiros, apareceu o finlandês Kimi Raikkonen.

Em uma prova bastante morna, a emoção ficou apenas na largada. Vettel manteve a ponta, enquanto Bottas e Verstappen brigavam pela vice-liderança. O holandês ameaçou o finlandês, que fechou a porta na curva e manteve a posição a duras penas.

Um pouco mais atrás, Lance Stroll e Brendon Hartley também brigavam por posição, mas a disputa não acabou bem para nenhum dos dois. Stroll fechou Hartley, que bateu fortemente no muro e, na volta para a pista, furou o pneu do canadense e o empurrou para fora do traçado. Fim de prova para ambos.

Sem mudanças na ponta, Hamilton tinha dificuldade para atacar e ameaçar os líderes. Para piorar, o inglês ainda sofreu com uma parada mais lenta e foi ultrapassado por Ricciardo. O australiano ainda ganhou mais uma posição e subiu para quarto graças à agilidade da Red Bull.

Competência que a McLaren não tem mostrado nas últimas temporadas. Apesar da luta de Fernando Alonso, que largou apenas em 14.º e subiu nas primeiras voltas, chegando a figurar na zona de pontuação, o time decepcionou mais uma vez. Afinal, o espanhol sofreu com problemas no carro e precisou abandonar. Seu companheiro, Stoffel Vandoorne, completou em penúltimo.

Sem qualquer ameaça dos rivais, Vettel passeava na ponta, abrindo vantagem volta após volta. Também sem grandes sustos, Bottas quase se complicou sozinho ao perder o controle e escapar, mas controlou o carro e voltou à pista para garantir a segunda posição.

A prova era tão morna que até a direção de prova "cochilou" e errou na bandeirada final. Com uma volta ainda a ser disputada, a modelo Winnie Harlow balançou o pano quadriculado erradamente. Mas nada que atrapalhasse e festa de Vettel pela nova vitória.

Após sete das 21 provas previstas para a temporada de 2018 já realizadas, a Fórmula 1 volta à ação em duas semanas, para o GP da França, que será realizado no dia 24 de junho, em Le Castellet.

Confira a classificação final do GP do Canadá:

1º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), em 70 voltas 
2º - Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), a 6s496
3º - Max Verstappen (HOL/Red Bull), a 7s702
4º - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), a 19s625
5º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes), a 21s408
6º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), a 27s308
7º - Nico Hülkenberg (ALE/Renault), a 1 volta
8º - Carlos Sainz Jr (ESP/Renault), a 1 volta
9º - Esteban Ocon (FRA/Force India), a 1 volta
10º - Charles Leclerc (MON/Sauber), a 1 volta
11º - Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso), a 1 volta
12º - Romain Grosjean (FRA/Haas), a 1 volta
13º - Sergio Pérez (MEX/Force India), a 1 volta
14º - Kevin Magnussen (DIN/Haas), a 1 volta 
15º - Marcus Ericsson (SUE/Sauber), a 2 voltas
16º - Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren), a 2 voltas
17º - Sergey Sirotkin (RUS/Williams), a 2 voltas

Não completaram a prova:

-- Fernando Alonso (ESP/McLaren)
-- Brendon Hartley (NZL/Toro Rosso) 
-- Lance Stroll (CAN/Williams)