Brasil / Segurança

Após ser solto em audiência de custódia, homem mata mulher

Acusado tinha sido preso em flagrante após agredir a ex-companheira

Após ser preso em flagrante por agredir a ex-companheira, porque não aceitava o fim do relacionamento, um homem foi solto na audiência de custódia e, respondendo o processo judicial em liberdade, seguiu ao apartamento da mulher e a esfaqueou até a morte. O caso aconteceu nessa quarta-feira (6), na região de Samambaia, no Distrito Federal. O ex-marido tentou se matar e agora encontra-se internado em estado grave.

Tauane Morais dos Santos, 23 anos, havia conseguido uma medida emergêncial protetiva, concedida pela justiça, e o acusado foi preso no domingo (3). Antes do assassinato, Tauane informou à polícia que Vinícius Rodrigues de Souza, 24 anos, havia quebrado tudo o que era de propriedade dela, e rasgou cortinas do imóvel onde residia com um punhal. O site Metrópoles conseguiu apurar que no registro policial também consta que a vítima havia sido estrangulada.

No momento da agressão, o filho do casal, de apenas dois anos, viu tudo e chorava muito. Foi quando os vizinhos conseguiram ligar para a polícia e o acusado foi preso em flagrante.

A medida protetiva em nada foi suficiente para evitar que assassino voltasse à casa e matasse a vítima. Na segunda-feira (4), após a audiência de custódia, Vinícius foi solto. Nessa quarta-feira, ele voltou ao apartamento da ex-companheira, a matando com diversos golpes da arma branca.