Cidade / Comportamento / Segurança

Abordagem truculenta: PM agride grávida e puxa seus cabelos

Ela é agredida com tapa na cara, socos e puxões de cabelo

Uma abordagem da Polícia Militar da Bahia, no bairro de Santo Antônio Além do Carmo, no Centro de Salvador, se mostrou desastrosa e altamente truculenta. A confusão foi gerada por um cigarro de maconha.

Um jovem estava portando o cigarro  e resiste à tentativa dos agentes de colocá-lo na viatura, ele é agredido com golpes de cassetete e tapas. Uma mulher grávida, que argumentava a ação truculenta dos policiais na abordagem, é agredida e arrastada pelos cabelos.  

No vídeo é possível ouvir as pessoas aconselhando o jovem a não entrar na viatura. "Não entre, não, que isso é covardia", dizem algumas testemunhas, se dirigindo ao rapaz. "Fazendo isso com um usuário de maconha. Vai atrás do traficante", reclama outra pessoa que tem áudio captado no vídeo. 

O jovem foi conduzido pelos PMs para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), e depois encaminhado para a delegacia, de onde foi liberado uma hora depois. 

Em nota, o Departamento de Comunicação da Polícia Militar afirma que "a corregedoria do 18º Batalhão já instaurou um feito investigatório para apurar a conduta dos policiais militares, bem como está adotando todas as medidas administrativas necessárias que o caso requer e os pms, que nitidamente se excedem na abordagem, serão afastados das atividades operacionais. Eles serão apresentados ao Departamento de Promoção Social da corporação para acompanhamento psicológico".

Veja o vídeo: