Tecnologia

Aplicativo usa DNA do usuário para encontrar par perfeito

Aplicativo exige que todos os usuários coletem uma amostra de saliva em casa usando um kit especial

Foto: Reprodução

Aplicativos de namoro como o Tinder e o Happn estão entre os mais populares do mercado. Mas um novo serviço quer ganhar destaque ao prometer encontrar o par perfeito com base no DNA do usuário.

Chamado Pheramor, o aplicativo exige que todos os usuários coletem uma amostra de saliva em casa usando um kit especial fornecido pela própria empresa. O material é, então, enviado para uma equipe de cientistas internos.

A partir do material genético, os especialistas podem sequenciar os genes específicos associados à atração e identificar quais usuários podem ser sexualmente compatíveis.

O processo funciona isolando os 11 genes que se ligam aos feromônios, os sinais químicos desencadeiam a atração sexual. A combinação desses dados com as informações pessoais informadas nos perfis dos usuários permite que o aplicativo faça correspondências muito específicas.

O serviço tem versões para Android e iPhone e pode ser baixado gratuitamente, por enquanto apenas nos EUA. O kit para coletar o material genético do usuário, porém, precisa ser comprado no aplicativo por cerca de US$ 20.

Os aplicativos de namoro se tornaram um grande negócio. Estima-se que o mercado valha cerca de US$ 2 bilhões e mais de 40 milhões de americanos confiam nestes serviços e sites para ajudá-los a encontrar o par perfeito. Mas, de acordo com um relatório da eHarmony.com, 53% das pessoas mentem em seus perfis.