Moda

Veja o melhor da SPFW, Minas Trend e Fashion Revolution

Os principais desfiles e lançamentos

Foto: Agência Fotosite
Minas Trend
Minas Trend

Anitta - Foto: Agência FotositeComeçou ontem a edição 45 do São Paulo Fashion Week - Calendário Oficial da Moda Brasileira.

A homenagem é ao multiartista Conrado Segreto, um dos ícones da nossa moda.

Nesta edição, o SPFW ocupa o Pavilhão das Culturas Brasileiras Engenheiro Armando de Arruda Pereira, até 26 de abril.

E nós estamos na primeira fila!

Virtual, mas primeira fila!

Na abertura, desfile da Água de Coco com Anitta cantando Aquarela do Brasil

Água de Coco

A moda praia brasileira é a melhor do mundo.

E é este brazilian style com 500 anos de mistura tupiniquim que inspirou a coleção da Água de Coco, assinada por Liana Thomaz.

A coleção se chama Brasil com Z, e abriu o SPFW, colocando na passarela nossa tropicalidade com todas as suas cores, formas e sex appeal.

O Rio de Janeiro surge então em prints com elementos da Baía de Guanabara e palmeiras imperiais do Jardim Botânico e na paleta de cores o amarelo canarinho se torna mostarda e o verde bandeira um verde musgo, reinventando nessa estampa o verde e amarelo nacionais.

Mas a Água de Coco mostra mais do que apenas beachwear. 

Propõe um lifestyle que circula da praia à cidade, no inverno ou verão, hemisfério norte ou no hemisfério sul.


Desfile da Água de Coco - Fotos: Agência Fotosite

POW 

Às 14h teve abertura da exposição POW!

Explosão Criativa, em homenagem a Conrado Segreto.

“Saí, lá onde já sei já fui, já voltei. Foi bom quase nunca. Quando foi bom foi quase quase. Bom é viver. Desejo tanto, tanto. Faço o serviço, dou o sorriso. Viver é o plano. Não entrar pelo cano. Viver com V de vitória. Escrita nas estrelas está a vida longa e a glória. Quero o futuro longo. O prazer todo de durar o tempo todo. Ser feliz bastante. Pra durar 80 anos pra ficar. Os vestidos todos. A revolução. Minha vida será um amorzão longo muito longo”.  Conrado Segreto, 1991 


Conrado Segreto

A partir do pensamento do multi artista Conrado Segreto, o SPFW reitera seu compromisso com a liberdade vital da expressão.

Viver intensamente a criação era o que movia esse ícone da moda brasileira, que teve uma breve e explosiva carreira entre meados dos anos 80 e início dos anos 90. 

E a energia de Conrado Segreto inspira a tudo e a todos neste momento de crise.

“Enquanto o país se desenha para as desistências, a gente se desenha para o futuro. Somos resilientes, acreditamos sempre na força da criação. Nosso papel é inspirar, fomentar e manter a roda sempre girando. O mais importante é o Calendário e o fazer. A constante reinvenção da moda. É o que tem que ser, todos lutando diariamente pelo seu espaço”, afirma Paulo Borges, criador e organizador do SPFW. 

Logo depois,  às 15h30,  desfile do Projeto Ponte Firme, concebido pelo artista plástico e estilista Gustavo Silvestre, com as peças de crochê criadas pelos detentos da penitenciária Desembargador Adriano Marrey, em Guarulhos (SP).

Coleção Ponto Firme
Coleção Ponto Firme - Fotos: Agência Fotosite

A coleção apresentada no SPFW é resultado do trabalho de nove meses desenvolvido por uma turma de 20 alunos, coordenados por Silvestre, inspirados no dia a dia dos detentos na penitenciária e no sonho de liberdade. 

Após o SPFW, as peças da coleção serão expostas no Museu da Resistência de São Paulo, instituição conectada à Pinacoteca do Estado de São Paulo.

Hoje, domingo, não tem desfiles, mas a exposição POW!

Explosão Criativa fica aberta ao público a partir das 11h.

Na quarta a gente dá um resumão do que rolou de mais legal!

Quer saber mais?

Acesse: http://ffw.uol.com.br/spfw/n45/calendario/

Confirma a programação dos próximos dias

23 - Segunda-feira
-- Uma - Raquel Davidowicz - 11h
-- Osklen - 15h
-- Samuel Cirnansck - 16h
-- João Pimenta (masculino) - 17h30
-- Patbo - 18h30
-- Lilly Sarti - 20h

24 - Terça-feira
-- Reinaldo Lourenço - 11h30
-- Modem - 15h
-- Fernanda Yamamoto - 16h
-- Top 5 - 17h
-- Fabiana Milazzo - 18h
-- Memo - 19h30
-- Amir Slama - 20h30

25 - Quarta-feira
-- A. Niemeyer - 11h
-- Lenny Niemeyer - 15h
-- Salinas - 16h30
-- Beira - 17h30
-- Cotton Project - 19h
-- Lino Villaventura - 20h
Apartamento 03 - 21h

26 - Quinta-feira
-- Gloria Coelho - 12h
-- Amapô - 13h
-- Ratier - 15h
-- Ronaldo Fraga - 16h30
-- Handred - 18h
-- Juliana Jabour - 19h
-- João Pimenta (feminino) - 20h

Em Salvador

Começa dia 26 a Semana Fashion Revollution em Salvador

Quem fez as roupas que você está usando?

Essa pergunta, sobre a qual pouca gente pensa, é o mote do Fashion Revolution, um movimento criado por um conselho global de líderes da indústria da moda sustentável, ativistas, imprensa e acadêmicos para aumentar a conscientização sobre o verdadeiro custo da moda e seu impacto.

De 26 a 29 de abril, a programação gratuita que inclui exibição de filme, oficinas, bate-papos, brechó de troca de roupas e festa de encerramento, distribuída entre os bairros do Canela, Federação, Rio Vermelho, Pituba e Itaigara.

As inscrições podem ser feitas via site www.justamoda.com.

Em Fortaleza

O melhor do Nordeste

O Dragão Fashion chega a sua 19ª edição, que rola de 09 a 12 de maio, no Terminal Marítimo de Passageiros do Porto de Fortaleza.

Como nas edições anteriores, o DFB Festival reafirma o seu compromisso em mostrar para o mundo o melhor da criatividade nordestina. 

A organização ainda reforça a importância de se posicionar de forma positiva, garantindo a máxima participação de todos os indivíduos, sem censura, limitação ou discriminação.

Clique lá... http://www.dfhouse.com.br/


Encerramento - Foto: Sergio Caddah/Agência Fotosite

Em Bh terminou lindo o Minas Trend

Eu amo a moda mineira. E o Minas Trend mais uma vez mostrou a razão.

Competência, qualidade incrível das coleções e faro comercial, mas que não sufoca o que faz a roda girar: liberdade criativa.

Para vocês, resuminho dos desfiles do segundo dia.

Virgílio Couture - A Coleção Construção 02 da Virgílio Couture mostrou na passarela alfaiataria ultra femininas, silhuetas alongadas e estampas consagradas como xadrez e animal print em cores contrastantes e intensas.

Mollet - A antropofagia cultural foi interpretada pela Mollet na coleção Saramandaia, que professa a ideia de que “somos seres universais, na busca por redescobrir as raízes que nos conectam na construção de uma cultura contemporânea”... hum.

Peças feitas à mão ressaltaram fios naturais entremeados com materiais plásticos.

Cores sóbrias salpicadas por outras vibrantes.

Tudo híbrido.


Virgílio Couture (Foto: Marcelo Soubhia) e Moulet (Foto: Zé Takahashi)

Choker - Londres entre os loucos anos 1960 e 1970 são a inspiração da Choker, que levou para a passarela estampas feita a mão e bordados.

Visual retrô que é a cara da marca e que apareceu em blusas, macacões, camisas e saias longas, com babados e plissados bem femininos.

Anne est Folle - As tramas artesanais da Anne est Folle foram o destaque do desfile, que também trouxe estampas com prints digitais e pintados à mão.


Coleções Chokker e Anne est Folle - Fotos: Ze Takahashi

Notequal - O conceito da coleção da NotEqual foi o [Des]monte. 

O mote, o tempo e como isso afeta de diferentes formas nossa vida.

Silhuetas oversized e alfaiataria, superfícies com aspecto desgastado, tecidos naturais e fluídos.

Na cartela, tons neutros, azul celeste e rosa.

Squazi - Eduardo Amarante comemorou 25 anos de moda e salpicou de sensualidade looks com pegada esportiva.

Modelagens confortáveis, assimetrias, decotes, cintura marcada em tons neutros como preto e branco com toques de cores fortes e vibrantes.


Coleções Notekual e Squazi - Fotos: Ze Takahashi

O blog Usefashion traz muitas imagens e um balanço legal dos dois dias de desfle. Vale a pena conferir sempre. https://blog.usefashion.com/noticias/minastrend/balanco_minas_trend_segundo_dia/139245

As escolhas no Minas Trend


(de nossa colaborada, a antenadinha Ana Caroline Gonçalves e fotos da Agência Fotosite)

Da Squazi: a bolsa redonda, o top cropped, brinco em uma orelha só
Da Anne est Folle: essa rasteira e a bolsa com detalhes em trança em pano com bordados simétricos. Com a bolsa feita de crochê ainda. Isso respira o verão no Nordeste.

Da Natalia Pessoa: Brinco em uma orelha só.
Da Mollet: Brincos grandes em uma orelha só (fotos 2 e 3).
Da Fátima Scofield: Bolsa redonda

Da Choker: O max cinto marcando a cintura, tazido em vários tons (fotos 1 e 2)
Da Plural: Max brinco em uma só orelha
Da Notequal: Maxi brinco com pegada minimalista. Acredito que vão fazer sucesso no verão 2019. Não são chamativos, apesar do tamanho, vão bem com looks leves e beach wear.