Esportes

Pênalti polêmico dá vitória ao Vasco sobre Atlético MG no Rio

Os jogadores atleticanos reclamaram muito do pênalti assinalado

Foto: Paulo Fernandes/Vasco
Riascos encara a marcação atleticana em São Januário
Riascos encara a marcação atleticana em São Januário

O Vasco da Gama começou o Campeonato Brasileiro com uma virada épica na tarde deste domingo ao ganhar do Atlético-MG, por 2 a 1, no Estádio São Januário. O time carioca perdia até os 41 minutos do segundo tempo e marcou o segundo gol aos 52.

A arbitragem do goiano André Luiz de Freitas foi bastante criticada pelos jogadores atleticanos, principalmente em relação a marcação do pênalti em cima de Rildo já nos acréscimos. O time carioca divide a liderança com América-MG, Internacional, Santos, Corinthians e Grêmio.

O resultado deve aumentar a pressão em cima de Thiago Larghi, que já havia sido criticado pela torcida atleticana depois do vice-campeonato mineiro no último final de semana ao perder para o Cruzeiro. O pedido é por um treinador mais experiente para a disputa do Brasileirão.

Empurrado pela torcida, o Vasco da Gama começou a partida pressionando o Atlético-MG e criou a primeira oportunidade logo aos oito minutos. Wellington arriscou de fora da área e Victor rebateu. Na sequência, Yago Pikachu ficou com a sobra e finalizou na trave. A bola bateu em Victor e Bremer chegou antes de Riascos para afastar o perigo.

No entanto, quem balançou as redes foi o Atlético-MG. Otero recebeu de longe, viu Martin Silva adiantado e bateu forte. A bola acertou o travessão antes de entrar no ângulo. Aos 24, Ricardo Oliveira fez boa jogada individual e na hora de concluir perdeu a bola para Martin Silva. O Vasco sentiu o gol atleticano e não conseguia criar lances de perigo.

Aos 32, Riascos desviou de cabeça e Victor fez grande defesa ao espalmar para escanteio. A resposta do Atlético-MG veio na sequência. Ricardo Oliveira cruzou e Gustavo Blanco bateu no contra pé de MartinSilva. A bola caprichosamente tocou na trave antes de sair. Já nos acréscimos, Cazares arriscou de fora da área e o goleiro vascaíno defendeu. No rebote, Otero mandou pela linha de fundo.

O Vasco da Gama voltou com tudo do intervalo e quase empatou no primeiro minuto. Wagner recebeu cruzamento, dominou no peito e rolou para Henrique. O lateral bateu de primeira e Victor fez grande defesa. Aos dez minutos, o técnico Zé Ricardo colocou o atacante Rildo no lugar do lateral Rafael Galhardo.

Aos 18 minutos, Evander cobrou falta por cima da barreira e a bola foi na rede pelo lado de fora. Alguns torcedores presentes em São Januário chegaram a gritar "gol". O Vasco pressionava o Galo, mas não conseguia furar o bloqueio adversário. A torcida cruzmaltina fazia sua parte nas arquibancadas.

Cazares passou como quis por um adversário e chutou cruzado. Martin Silva mandou para escanteio. De tanto pressionar, o Vasco empatou aos 41 minutos. Wagner aproveitou sobra e bateu no cantinho de Victor, que só olhou. O que parecia impossível aconteceu aos 51. Rildo desceu em velocidade, invadiu a área e caiu após receber um leve toque de Bremer. Yago Pikachu cobrou bem e garantiu a virada.

Os dois times voltam a campo no próximo domingo. O Vasco enfrenta a Chapecoense, às 16 horas, na Arena Condá, em Chapecó. No mesmo horário, o Atlético-MG recebe o Vitória, na Arena Independência, em Belo Horizonte.

Ficha do jogo

Vasco da Gama-RJ - Martín Silva; 
Rafael Galhardo (Rildo), Paulão, Werley e Henrique; 
Desábato, Wellington (Thiago Galhardo), Pikachu, Wagner e Evander;
Riascos (Andrés Rios).
Técnico: Zé Ricardo

Atlético-MG - Victor; 
Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; 
Elias, Gustavo Blanco (Yago), Luan, Otero (Erik) e Cazares (Róger Guedes); 
Ricardo Oliveira.
Técnico: Thiago Larghi