Brasil / Curiosidades

Família viaja para esquiar, não acha neve e é indenizada

Agência de turismo terá que pagar R$ 32 mil por danos morais e reembolso

Foto: Pixabay/Creative Commons
O pacote de viagens contemplava o casal, cinco filhos e uma cuidadora

A Justiça do Distrito Federal condenou uma agência de turismo a indenizar uma família que contratou uma viagem para esquiar nos Alpes italianos, mas não encontrou neve. A agência Club Med Brasil deverá pagar R$ 32 mil. As informações são do G1.

O valor da indenização inclui metade do valor do pacote, cerca de R$ 15,7 mil, mais R$ 16 mil por danos morais. A família não conseguiu o valor que havia pedido, de R$ 138.567,33. O pacote de viagens contemplava o casal, cinco filhos e uma cuidadora.

A viagem durou oito dias. A família afirmou à Justiça que chegou a ligar para o resort reservado após ouvir notícias de que o volume de neve da temporada estava abaixo do normal, na tentativa de evitar prejuízos à 'tradicional e anual viagem de esqui em família'.

A equipe do hotel teria negado a falta de neve, ressaltando que poucas pistas de esqui estavam fechadas por esse motivo. Ao chegar à Itália, entretanto, a família não encontrou pistas aptas a receber o esporte.

Na Justiça, a agência alegou que a ausência de neve era algo além do controle da empresa. Na primeira instância, a 4ª Vara Cível de Brasília negou o pedido da família. Após recurso, a sentença foi modificada. O relator do recurso, desembargador Silva Lemos escreveu:

"[...] Em se tratando de um pacote para hospedagem em um resort, no qual o voucher de hospedagem apresenta as orientações para o esqui de forma pormenorizada, a ausência de neve para a prática desse esporte não nos parece ser causa que caracteriza caso fortuito ou força maior com o condão de eximir a responsabilidade da empresa contratada". Ainda cabe recurso da agência.