Bahia / Educação / Empregos

Concurso público para educação na Bahia será dia 25 de fevereiro

Este é o sexto concurso que a atual gestão do Governo do Estado realiza em menos de três anos

As provas do concurso público para preenchimento de 3.760 vagas, sendo 3.096 para professores e 664 para coordenadores pedagógicos, na rede estadual de ensino, estão confirmadas para o dia 25 de fevereiro, às 9h.

A avaliação será realizada em duas etapas (objetiva e discursiva) e terá duração de 4h30, para professores, e de 3h30, para coordenador pedagógico.

O candidato que não receber o cartão informativo até o terceiro dia que antecede a aplicação das provas ou que tiver dúvidas deve entrar em contato com Fundação Carlos Chagas, pelo telefone (0XX11) 3723-4388, de segunda a sexta-feira (úteis), das 10 às 16 horas ou acessar o portal www.concursosfcc.com.br.


103,5 mil candidatos se inscreveram

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, destaca que o objetivo principal do concurso é fortalecer a Educação pública na Bahia. “Realizar este concurso foi um desafio assumido pelo governador Rui Costa, mesmo em um cenário econômico nacional ruim. Com isso, vamos fortalecer o eixo pedagógico com coordenadores pedagógicos em todas as escolas e ampliar o quadro de professores efetivos, promovendo, inclusive, esta renovação na rede, uma vez que estamos concedendo muitos pedidos de aposentadoria”, diz. 

As provas serão aplicadas nas cidades de Salvador, Alagoinhas, Amargosa, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Caetité, Eunápolis, Feira de Santana, Ipirá, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Itapetinga, Jacobina, Juazeiro, Jequié, Macaúbas, Paulo Afonso, Ribeira do Pombal, Santa Maria da Vitória, Seabra, Serrinha, Santo Antônio de Jesus, Senhor do Bonfim, Teixeira de Freitas, Valença e Vitória da Conquista, conforme opção indicada pelo candidato na inscrição.

Somente será admitido à sala de provas o candidato que estiver devidamente portando documento de identidade original, que legalmente o identifique, como: Carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pelo Ministério das Relações Exteriores; Cédula de Identidade para Estrangeiros; Cédulas de Identidade fornecidas por órgãos públicos ou conselhos de classe que, por força de Lei Federal, valham como documento de identidade.

O concurso contará com três etapas: provas objetiva, discursiva (ambas no dia 25 de fevereiro) e de títulos (com previsão para abril de 2018). As vagas para professor são nas áreas de Arte, Biologia, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Química e Sociologia, sendo exigida formação específica e diploma concedido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Para coordenador pedagógico é exigida formação em Pedagogia, também com reconhecimento do MEC. Em todos os casos, a carga horária semanal é de 40 horas.

103,5 mil candidatos se inscreveram no concurso público da rede estadual, realizado conjuntamente pelas Secretarias da Educação e da Administração (SAEB). 

Este é o sexto concurso que a atual gestão do Governo do Estado realiza em menos de três anos, já tendo provido vagas nos quadros da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, Oficiais da Polícia Militar, Embasa, Junta Comercial (Juceb) e da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba).