Cidade / Segurança

Câmeras da SSP localizam ladrão após roubo na festa da Virada

Alcançado pelo Batalhão de Choque, ele foi reconhecido pelas vítimas

Foto: Alberto Maraux
Os policiais ficam "catando agulha no palheiro"
Os policiais ficam "catando agulha no palheiro"

As 15 câmeras da Secretaria da Segurança Pública montadas nas áreas interna e externa da festa da virada foram fundamentais para a prisão de um assaltante, na noite de sexta-feira (29/12).

O acusado, de 43 anos, foi identificado na imagem de vídeo e alcançado por guarnições do Batalhão de Choque da Polícia Militar.

Identificado pelas vítimas, ele roubou uma carteira com documentos, cartões e dinheiro próximo ao palco da festa. Assim que o fato ocorreu, as características e o local da ocorrência foram repassados para a equipe de videmonitoramento da SSP. Em seguida policiais disfarçados foram até o local e efetuaram a captura.

"Rapidamente, com a ajuda do equipamento tecnológico, conseguimos tirar de circulação este assaltante", comemorou o comandante do Policiamento na Região Integrada de Segurança Pública (Risp) Atlântico, coronel Francisco Kerjean. 

O ladrão foi conduzido até a Central de Flagrantes e autuado por roubo.

Videomonitoramento

Dentro do evento um caminhão do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), através de uma torre com câmeras, monitora a movimentação do público. As informações são repassadas, via rádio, para as patrulhas.

"É um trabalho silencioso e eficiente. Ficamos catando, como diz o ditado, agulha no palheiro e achamos. Muitas ocorrências são evitadas com as tomadas de decisões apoiadas nas imagens", explicou o superintendente de Gestão Tecnológica e Organizacional da SSP, coronel Marcos Oliveira.

O oficial lembrou que o equipamento foi utilizado nas Copas do Mundo e das Confederações, Olimpíadas e festas populares, desde 2013.

Seis criminosos presos em flagrante por equipes das forças de segurança estaduais foram autuados, na Central de Flagrantes da Polícia Civil, no segundo dia de festa, no bairro da Boca do Rio. Vinte e três furtos e um roubo completam a lista de ocorrências computadas.

Lei Seca

Durante a segunda noite do Festival Virada Salvador, a operação da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) contabilizou 48 notificações, além de 14 veículos removidos ao pátio da autarquia por estacionamento irregular. Apenas um acidente foi registrado na região da festa, quando um pedestre foi atropelado, mas evadiu-se antes que a ocorrência fosse registrada.

Durante a blitz da Operação Lei Seca realizada na sexta-feira (29), foram abordados 108 condutores. Destes, 12 se recusaram a fazer o teste do bafômetro e foram notificados.

Ao final da operação, três veículos foram removidos ao pátio da autarquia.  

A operação especial da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) para o Festival Virada Salvador teve início às 13h de quinta-feira (28).

Na primeira noite de shows do Festival da Virada, 14 veículos foram removidos ao pátio da autarquia, 31 condutores foram notificados por infrações diversas e foram registrados dois acidentes com dois feridos, na região da Boca do Rio.

Foram 116 condutores abordados em blitz da Operação Lei Seca realizada na primeira noite do Réveillon 2018. Destes, 12 condutores se recusaram a fazer o teste e foram notificados, 11 carteiras de habilitação foram recolhidas e três veículos removidos ao pátio