Alberto Oliveira

Em 3 anos a Bahia será maior produtor de energia eólica no País

A Bahia ganhou mais um parque eólico: o da Cristalândia da Enel Green Power. 

Com capacidade total instalada de 90 MW, o complexo está localizado nos municípios de Brumado, Rio de Contas e Dom Basílio. 

Ainda na semana passada, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou a usina eólica Ventos da Bahia II, no município de Mulungu do Morro, a entrar em operação de teste das unidades geradoras UG5 a UG9, totalizando 15 MW de capacidade instalada.

A Bahia registra 74 projetos em operação, totalizando uma capacidade instalada de 1,84 GW, o que coloca o estado em segundo maior estado brasileiro em produção de energia eólica, atrás somente do Rio Grande do Norte, com 127 usinas e 3,44 GW de potência instalada. 

Há ainda outros 69 empreendimentos em construção e 97 projetos que terão obras iniciadas nos próximos anos. 

Em 2020, de acordo com as projeções, a Bahia chegará à capacidade total instalada de 5,5 GW,  garantindo a liderança no ranking da produção da fonte eólica.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, os conjuntos de parques estão sendo desenvolvidos em 23 municípios, do sudoeste ao norte do Vale do São Francisco.

***

Ensinando a pescar
9 moradores das comunidades do Cabalar e Alto das Pombas, em Salvador, receberão cada um, nesta segunda-feira (31/7), seis carrinhos de cachorro-quente, uma fritadeira, um carrinho cooler de bebidas e um carrinho de fritar pastel.

São equipamentos de trabalho do Projeto Viva Melhor, que tem como objetivo ajudar pessoas sem recursos financeiros em situação de desemprego a gerarem a própria renda.

A ação é resultado de uma parceria firmada entre a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (Adra Brasil) e a Fundação Advent-Stiftung da Suíça, que contou com a parceria da Base Comunitária de Segurança (BCS) Calabar no processo de seleção dos beneficiários conforme os critérios estabelecidos pela agência humanitária internacional. 

***

Luz no fim do túnel...
O cenário começa a mudar para os jovens brasileiros em busca da primeira experiência profissional.

É o que indica números da Companhia de Estágios, consultoria e assessoria especializada em programas de estágio e trainee.

***

...e mais vagas
Dados da recrutadora apontam que já no primeiro semestre de 2017 o número de vagas ofertadas foi 30,7% maior em comparação com o mesmo período de 2016.

E se a expectativa de crescimento de 5% para o segundo período for confirmada, o ano fechará com um aumento real de 2,4% no número de vagas em relação a 2016.

***

Onde as vagas estão
No saldo de vagas gerado até junho de 2017, a área de Administração ainda se manteve em primeiro lugar entre as contratantes, no entanto, seu crescimento foi de 13%, baixo se comparado ao de áreas como Marketing e Comunicação, que aumentou suas vagas em 120%, e Ciências Contábeis que cresceu 90%.

Engenharia e Direito, que antes figuravam no topo das áreas com mais oportunidades para os estudantes, terminaram o primeiro semestre com uma queda de cerca de, respectivamente 36% e 26% no total de oportunidades, segundo a Companhia de Estágios.

ÚLTIMAS