Aldaci de Souza

OAB solicita visita do STF aos presídios
O presidente a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SE), Henri Clay Andrade, pediu à presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Cármem Lúcia Antunes Rocha, uma visita aos presídios localizados no Estado de Sergipe.

De acordo com a OAB, o objetivo é mostrar o estado precário em que se encontram os complexos penitenciários e intervenha ordenando medidas visando um melhor funcionamento do sistema.

Entre os problemas apontados estão, a superlotação, a falta de políticas de ressocialização e o baixo efetivo de agentes prisionais.

A Secretaria de Estado da Justiça (Sejuc), ainda não se pronunciou sobre o pedido da OAB/SE.

Encontro Cultural prossegue em Laranjeiras
Iniciou na quinta-feira (04/01), a 43ª edição do Simpósio do Encontro Cultural de Laranjeiras, com o tema: “Nosso Palco é a Rua”.

O evento reúne até o próximo sábado (06/01), pesquisadores, gestores e intelectuais de vários estados.

Na programação, debates, mesas redondas e grupos de trabalho, além dos espetáculos artísticos: “Os cavaleiros da triste figura” do Grupo Teatral Boca de Cena; “Mar de Fitas: Nau de Ilusão” do Grupo Imbuaça; e “Dando Nó em pingo D’água”, do Eitcha Companhia de Teatro.


Cortejo de grupos folclóricos nas ruas da cidade – Foto: Ascom Prefeitura de Laranjeiras

Sergipanos terão acesso à pílula contra o HIV
O Brasil será o primeiro país da América Latina a usar a pílula Truvada, utilizada contra infecção por HIV (vírus da AIDS). O medicamento deve chegar a 12 capitais brasileiras, entre elas, Aracaju, no primeiro semestre de 2018.

Segundo o médico e gerente do Programa DST/Aids, da Secretaria de Estado da Saúde, Almir Santana, a pílula não deve ser vista como uma ação preventiva que dispensa outras, como o uso de preservativo, a realização de testes rápidos, a profilaxia pós-exposição ou exames necessários durante o pré-natal.

“Os testes rápidos, tradicionalmente, oferecidos pela SES à população sergipana, continuarão sendo realizados gratuitamente, como forma de intensificar a prevenção ao HIV, sífilis e hepatites virais. Vamos continuar disponibilizando preservativos, estratégia usada para evitar tais infecções”, explicou o médico.

Deputada destaca campanha Janeiro Branco
A deputada Ana Lúcia Vieira (PT), está destacando a Campanha Janeiro Branco, como um convite para o amplo debate sobre estratégias políticas e sociais acerca da saúde mental.

Segundo ela, a campanha é ainda um momento reservado para a reflexão sobre o sentido, o propósito e a qualidade de vida. “A Lei nº 8.257 de 18 de Julho de 2017, de nossa autoria institui no Calendário Oficial de Eventos do Estado de Sergipe o ‘Janeiro Branco’, mês dedicado à realização de ações educativas para a difusão da importância da prevenção em saúde mental”, explicou.

“O Janeiro Branco é uma grande mobilização pela promoção da saúde emocional, dos cuidados consigo e com outros e de combate aos estigmas que cercam os transtornos psiquiátricos, por meio da psicoeducação e inúmeras ações e atividades, que acontecem durante todo o mês”, completou a Ana Lúcia Vieira.

Homicídios dolosos diminuem em Sergipe
A Coordenadoria de Estatística de Análise Criminal (Ceacrim) divulgou dados mostrando que o número de homicídios dolosos em Sergipe reduziu 14% .

Em 2016, foram 1.306 vítimas de homicídio em Sergipe. Já em 2017, o número caiu para 1.123 pessoas. 

A taxa de homicídios para cada 100 mil habitantes também diminui, o que era de 57,64% caiu para 49,08%.

Cerca de 32 cidades apresentaram redução nos casos de homicídios dolosos em 2017, entre elas está Aracaju, com 88 casos a menos que em 2016.

Colunas anteriores
Ver mais notícias desta seção: mais recentes · mais antigas