Brasil / Saúde

Temperaturas quentes exigem cuidados especiais com a terceira idade

Idosos estão mais propensos a sofrer com a hipertermia

Foto: Pixabay/Creative Commons
Verão pede cuidados especiais para a terceira idade

Temperaturas altas, calor e tempo abafado são algumas das principais características do verão, que pedem cuidados especiais para a terceira idade, já que os idosos estão mais propensos a desenvolver hipertermia.

Essa condição, que é a elevação da temperatura do corpo, ocorre quando o organismo produz ou absorve mais calor do que consegue dissipar e a temperatura do corpo fica acima de 37,4°C.

De acordo com a geriatra Dra. Renata Scilla, quando os idosos ficam muito tempo no sol e não consomem líquidos suficientes, o processo de resfriamento do corpo pode não funcionar corretamente.

“Nessas situações, o corpo acabada se desidratando, então não ocorre a sudorese e a temperatura pode aumentar, causando sérios riscos à saúde como dores abdominais, contraturas musculares (câimbras), vômito, dor de cabeça, tontura, fraqueza, excesso ou falta de suor ou sintomas neurológicos como irritabilidade”, explica a especialista.

A especialista ainda faz um alerta sobre a importância da hidratação e o consumo de líquidos com frequência para garantir a boa saúde nos dias quentes. Além disso, é essencial que a alimentação seja leve e inclua mais peixes e menos carnes vermelha e também legumes, folhas e frutas que tenham bastante nível de água, como a melancia, que pode ajudar na hidratação.

Além disso, a médica ainda recomenda comer pouco e várias vezes ao dia, o que pode auxiliar a digestão. “A alimentação leve deve ser intercalada com a ingestão de oito a dez copos de água por dia, assim é possível prevenir a desidratação”, diz a geriatra.  

“Caso o idoso apresente alguma suspeita de doença relacionada com calor, como hipertermia ou insolação, recomendo levar a pessoa para um lugar fresco, deixar em repouso com roupas confortáveis e oferecer água. Após isso, é preciso procurar ajuda médica o mais rápido possível”, alerta Renata.

Abaixo, a especialista listou algumas dicas importantes para deixar o verão na terceira idade mais seguro e tranquilo:

 

- Consumir bastante líquidos todos os dias;

- Usar roupas leves;

- Evitar esforço físicos nos horários mais quentes do dia (entre 12h e 16h);

- Utilizar filtro solar;

- Evite o consumo de cafeína e álcool, pois são bebidas que contribuem para desidratação.