Brasil / Carnaval / Segurança

PM age com truculência na saída do Homem da Meia-Noite

Imagens mostram a ação dos PMs com cassetetes em meio à multidão

A imensa quantidade de foliões que se aglomerou em frente à sede do Homem da Meia-Noite, no último sábado (10), teve de enfrentar um verdadeiro tumulto para ver o calunga de perto. O empurra-empurra e princípios de brigas, antes da saída do gigante, fizeram o efetivo da Polícia Militar e do Bope que trabalhavam no local agirem de forma truculenta para conter os foliões mais exaltados. 

Por volta das 23h30, já não havia espaço suficiente para caminhar em frente à sede da agremiação. O efetivo de policiais no local aumentou, na tentativa de controlar os tumultos, mas a ação dos policiais acabou levando o público a soltar vaias e reclamações. Alguns foliões reclamaram da ação da PM que, por vezes, fez uso de cassetetes para abrir caminho entre a multidão e spray de pimenta para apartar confusões. A reportagem do LeiaJa flagrou um dos momentos em que a polícia agiu de forma mais violenta em meio à multidão. 

A organização do bloco também teve problemas com a PM. A segurança do bloco parecia não conseguir se alinhar com os policiais, que cruzaram uma área reservada para a apresentação do Grupo Guerreiros do Passo. Por causa da quantidade de pessoas dentro do espaço isolado, os bailarinos não conseguiram se apresentar.