Cidade / Entretenimento

Grupo carioca faz uma hora de 'batalhas de dança' em Salvador

Durante 60 minutos a apresentação exalta a manifestação do gênero do passinho

Foto: Anderson Freira/Divulgação
O elenco traz dançarinos oriundos de comunidades do Rio
O elenco traz dançarinos oriundos de comunidades do Rio

Um dos principais movimentos culturais genuinamente cariocas, o estilo de dança conhecido como passinho é tema do musical Favela Digital, projeto da Cia. Passinho Brazil, que se apresenta em curta temporada, de 11 a 14 de janeiro, quinta a sábado às 20h e domingo às 19h, na Caixa Cultural Salvador. 

Dirigido pelo coreógrafo Henrique Talmah, o elenco traz dançarinos oriundos de comunidades do Rio que levam ao palco parte de suas histórias de vida para falar da dança surgida nas periferias da cidade.

Durante 60 minutos a apresentação exalta a manifestação do gênero do passinho, nascido nas comunidades cariocas com múltiplas referências: frevo, capoeira e percussão afro-brasileira incorporados ao funk. O repertório conta com músicas compostas por membros da própria companhia.

O grupo também utilizará novas tecnologias como o video mapping (projeção mapeada), gerando um ambiente virtual e imersivo como cenário para as coreografias. "O objetivo é de integrar o público a duas linguagens distintas que vão se complementar para contar uma história sobre jovens e o seu amor pela dança", afirma o diretor Henrique Talmah.

Oficinas

O projeto conta ainda com duas oficinas gratuitas oferecidas pela equipe do Passinho Brazil. O público-alvo são jovens que se interessam pelo universo da dança e do audiovisual. 

No dia 13 de janeiro (sábado) às 16h30, é oferecida a Oficina de video mapping, apresentando a técnica que consiste na projeção de vídeo em objetos ou superfícies irregulares. Com este recurso, os artistas podem criar dimensões extras, ilusões de ótica e noções de movimentos em objetos estáticos, tudo projetado em estruturas de grandes dimensões, como fachadas de edifício e até mesmo estátuas.

No domingo (14), também às 16h30, ocorre a Oficina de dança do passinho, capitaneada pelo dançarino Iguinho Imperador. Durante a oficina, os participantes serão apresentados à história, técnicas e principais coreografias utilizadas pelos dançarinos do estilo. Serão oferecidas 20 vagas para cada oficina, e as inscrições serão realizadas por ordem de chegada (1h de antecedência) do horário da oficina na recepção da CAIXA Cultural. 

Anote

Passinho Brazil – Favela Digital
Datas: 11, 12, 13 e 14 de janeiro de 2018 (quinta, sexta, sábado e domingo)
Horário: quinta a sábado às 20h e domingo às 19h
Local: CAIXA Cultural Salvador (R. Carlos Gomes, 57 – Centro)
Ingressos: R$ 10 (inteira) | R$ 5 (meia)
Bilheteria: os ingressos serão vendidos a partir das 9h do primeiro dia de apresentação, para todas as sessões
Duração: 60 minutos

Oficina de video mapping
Data: 13 de janeiro de 2018 (sábado)
Horário: 16h30
Duração: 1h
Local: CAIXA Cultural Salvador (R. Carlos Gomes, 57 – Centro)
Vagas: 20

As inscrições serão realizadas por ordem de chegada (1h de antecedência) do horário da oficina na recepção da CAIXA Cultural.  

Pré-requisitos: a partir de 12 anos e interesse pelo universo audiovisual

Oficina de dança do passinho
Horário: 16h30
Duração: 1h
Local: CAIXA Cultural Salvador (R. Carlos Gomes, 57 – Centro)
Vagas: 20

As inscrições serão realizadas por ordem de chegada (1h de antecedência) do horário da oficina na recepção da CAIXA Cultural. 

Pré-requisitos: a partir de 7 anos e gostar de dançar