Bahia / Segurança

Conquista: Polícia Civil estoura fábrica e prende principal fornecedor da droga

José William Moraes vendia a substância em festas e porta de escolas

Foto: Sudoeste Digital

Uma operação da Polícia Civil de Conquista, através da equipe da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE),  resultou na apreensão de grande quantidade da substância entorpecente conhecida como "Loló" ou "Bad Boy",  pronta para comercialização,  além de insumos para fabricação da droga.

O "estouro" da fábrica aconteceu na manhã desta quinta-feira, 10,  no Bairro Patagônia, zona oeste da cidade e resultou, ainda, na prisão em flagrante de um homem de 32 anos, apontado pela polícia como um dos maiores fornecedores da droga para  adolescentes que estudam em diversos colégios de Vitória da Conquista.

Ele também abastecia festas de jovens. "Em razão de ser uma droga barata, se tornou popular, porém mortal e extremamente nociva à saúde, pois pode inclusive causar  parada cardíaca no usuário", destacou o delegado Neuberto Costa. 

O acusado foi conduzido e interrogado na DTE,  onde confessou o crime. Ele disse que fabricava a droga no local há mais de seis meses, utilizando como principal substância o antirrespingo de solda, solvente em spray, vendido em casas comerciais. Essa  substância também é conhecida como "respingo mortal ", em razão do risco de  morte em caso de inalação.

Os investigadores da DTE encontraram e apreenderam dezenas de vasilhames grandes contendo a droga, pronta para venda, muitas embalagens e insumos para fabricação em grande escala no local.

Segundo as investigações da DTE. Na operação policial ainda foi apreendido um veículo Ford / Fiesta usado pelo autor e dinheiro oriundo do comércio ilícito da droga.