Raio Laser

Coluna do dia 01/06/2016

Animação
O PT adorou saber que o prefeito ACM Neto (DEM) teve que afastar ontem cinco dos seus secretários a fim de poder escolher um deles para seu candidato a vice. Gente como o deputado federal Valmir Assunção, um dos pré-candidatos do PT à Prefeitura, avaliava que a estratégia mostra que o prefeito está sob uma pressão enorme para poder escolher seu companheiro de chapa, o que pode favorecer adversários como o próprio PT, que, no entanto, ainda não definiu candidato. Os secretários deixaram os cargos para poder cumprir o prazo de desincompatibilização da lei eleitoral. Neste período, à exceção de Bruno Reis, que volta à Assembleia, os demais devem continuar orbitando em torno da Prefeitura.

Opções
Um dos mais ferrenhos opositores de ACM Neto (DEM) na Câmara Municipal, o vereador José Trindade (PSL) foi dos primeiros ontem a acusar uma suposta fragilidade do prefeito por causa da estratégia de afastar cinco membros da administração. Para ele, a medida, que desarruma o governo, é uma prova a mais da dificuldade do que de suas muitas opções para a escolha.

Homens
Pré-candidata a prefeita de Salvador pelo PCdoB, Alice Portugal acha que o quadro que se arruma para a escolha da vice do prefeito, com a saída de cinco secretários para disputar o posto, mostra que ele é um repetidor natural do governo Michel Temer, onde uma única mulher não foi escolhida para ministra. A vice atual de Neto é uma mulher, Célia Sacramento.

Trapalhadas
O presidente do Esporte Clube Bahia, Marcelo Sant’ana, parece ter seu reinado definitivamente abalado, inclusive com risco de impeachment, depois que abandonou o time na partida com o Vasco para viajar a Milão, onde postou várias fotos no Facebook vestindo a camisa do Atlético de Madrid, cujo jogo foi assistir, como se fosse um garoto propaganda de lá. Políticos que antes apoiavam o presidente hoje já se afastam dele dada a quantidade de “trapalhadas” que comete.

Mais Médicos
Deputados da Frente Parlamentar Ampliação dos Cursos de Medicina reuniram-se ontem com a ministra Ana Arraes, do Tribunal de Contas da União (TCU), para tratar do processo que tramita no órgão e suspendeu os editais de criação de novas vagas de medicina dentro do programa Mais Médicos. De acordo com o deputado federal Jorge Solla, esse é um processo que estava andando com celeridade, mas parou.

Investimentos
Solla diz que as instituições de ensino investiram em infraestrutura, “as prefeituras investiram na rede própria de saúde para atender às exigências mínimas do MEC para o período de internato, foram criadas residências médicas, e por conta de questionamentos legais junto ao TCU está tudo parado desde o segundo semestre do ano passado. Precisamos destravar esta questão o quanto antes, ou as instituições de ensino não terão fôlego para manter ocioso um investimento caro que foi preparar-se para os novos cursos e perderemos a oportunidade de superar um problema crônico de falta de médicos em algumas regiões do país”, disse o deputado federal do PT.

PSDB na briga
O presidente estadual do PSDB, João Gualberto, disse ontem que o partido tem dois nomes de peso para representar a sigla, na disputa pela vice do prefeito ACM Neto na próxima eleição. Além do atual presidente da Câmara Municipal, vereador Paulo Câmara, Gualberto coloca na conta o secretário de Urbanismo, Silvio Pinheiro, que, apesar da torcida do correligionário, deverá ser alçado ao posto de gestor do Fundo Nacional da Educação. “Sei que o foco do prefeito é a gestão e que formação da chapa só acontecerá no final de julho. Mas seria uma honra para o PSDB compor a vice no conjunto de partidos que formam a aliança. Para isso temos dois jovens nomes com serviços prestados à cidade: Paulo Câmara e Silvio Pinheiro”, disse o dirigente.

Combate
Indignado com o estupro coletivo da jovem de 16 anos, no Rio de Janeiro, o deputado federal Bacelar (PTN) subiu à tribuna da Câmara Federal, ontem, para ressaltar o papel da educação no combate à violência sexual contra as mulheres. “Desde a infância, devemos ensinar que todos somos iguais e precisamos de respeito, independente de gênero, cor, raça, credo ou condição financeira. O respeito tem que começar cedo. O quanto antes, melhor”, declarou. 

Promovido
O ex-deputado estadual Júnior Magalhães teve o trabalho premiado pelo prefeito ACM Neto ao ser nomeado coordenador-geral das Prefeituras-Bairro. Ele ocupava a função de coordenador do programa Salvador Bairro a Bairro, tido como o mais importante da gestão municipal e que prevê a entrega de mil obras até o final deste ano em toda capital. Reinaldo Braga Filho, que comandava as dez unidades instaladas nas regiões administrativas da cidade, deixa o cargo para ser candidato a prefeito de Xique-Xique. Júnior Magalhães, por sua vez, ao aceitar o novo desafio, adia os planos de concorrer à prefeitura de Candeias.

Violência
O deputado estadual Pedro Tavares (PMDB) voltou a criticar a onda de violência que tem ocorrido no município de Itacaré, no sul da Bahia. Segundo a Associação dos Comerciantes e Empresários do Ramo Turístico de Itacaré (Acerti), a cidade teve um aumento considerável nos índices de violência, com inúmeros arrombamentos a veículos e estabelecimentos comerciais. O avanço da criminalidade tem prejudicado a economia local e deixado a população cada vez mais assustada. Durante pronunciamento na Assembleia Legislativa da Bahia, o parlamentar pediu providências e solicitou reforço na segurança pública.  

Alagoinhas
A executiva do PTN lança nesta quinta-feira, dia 2, a pré-candidatura do ex-deputado Filadelfo Neto à prefeitura de Alagoinhas. O evento, que marcará a entrada do ex-parlamentar na disputa pelo comando do município, acontecerá no Laguna Shopping, às 19h30. Serão lançadas ainda pré-candidaturas à Câmara de Vereadores da cidade.

Gol de placa
Líder do DEM na Assembleia Legislativa, o deputado Pablo Barrozo fez um gol de placa ao conseguir derrubar o aumento aprovado no final de abril passado para a conta de água. Ele conseguiu uma liminar na Justiça estadual, cuja decisão começa a vigorar a partir de hoje (01). Com isso, o aumento de quase 10% não poderá vigorar até que o governo estadual derrube a decisão, o que poderá demorar. “Essa é uma vitória da sociedade baiana, que não pode ser punida com mais um aumento abusivo da Embasa, o quinto consecutivo acima da inflação. Trata-se de uma extorsão praticada por uma empresa que presta um péssimo serviço aos baianos”, afirmou. 

Comitiva
O deputado estadual Marquinho Viana (PSB) participou da comitiva do governador Rui Costa, que esteve em Caetité nos últimos dias para inaugurar várias obras, entre elas a estrada Caetité/Brejinho das Ametistas (24 km), o Ciretran em Caetité e o mercado municipal de Brejinho. A presença do  governador motivou a afluência de vários políticos da região, como o atual prefeito de Tanque Novo, Dedé, o prefeito de Licínio da Almeida, Alan Lacerda, e o prefeito de Livramento de Nossa Senhora, Dr. Paulo.

Rolling Stones
A notícia de que Marcelo Odebrecht fechou acordo de delação premiada com a Operação Lava Jato deixou muitos políticos apavorados. Entre eles, alguns pesos pesados da política baiana com os quais a holding tinha relações conhecidas. A avaliação geral ontem era de que as informações a serem fornecidas pelo empresário e herdeiro do grupo não deixariam pedra sobre pedra.

Repercussão
Aliás, sobre o que pode surgir das informações a serem disponibilizadas à Lava Jato por Odebrecht está a capacidade de mudar muitas carreiras promissoras na política nacional. Era como a delação do executivo era avaliada ontem em Brasília, inclusive por membros destacados da bancada federal baiana. “Vamos ver muita coisa mudar”, disse ontem um parlamentar à coluna.

Impacto
Outro fato que deixou muita gente com o cabelo em pé foi a informação de que o pai do executivo, Emílio Odebrecht, também poderia entrar no rol dos delatores. Dada a relação que mantinha com o ex-presidente Lula, já sabida de todos, não tem como o líder petista não ser mais uma vez abalroado por fatos praticados no curso dos seus dois governos.

Novos planos
O secretário de Mobilidade de Salvador, Fabio Mota (PMDB), não está na lista dos auxiliares do prefeito ACM Neto (DEM) que irão deixar o cargo para disputar a vaga de vice na eleição de outubro. No entanto, ao abrir mão da corrida, o peemedebista se mantém como nome cotado para assumir um cargo importante em Brasília, onde já exerceu a função de secretário nacional do Turismo. Enquanto isso, a probabilidade de o secretário de Urbanismo, Silvio Pinheiro, ir para a capital federal comandar o Fundo Nacional da Educação já chega aos 80%, segundo fontes ligadas ao Palácio Thomé de Souza.

Situação
Já a chapa da situação para disputar as eleições de 2016 em Ipirá já está definida. Na última semana, o deputado estadual Jurandy Oliveira se reuniu com representantes de diversos partidos, empresários, para apresentar o prefeito interino do município, Aníbal Ramos Aragão (vereador por quatro vezes, sendo três vezes presidente da Câmara Municipal, como o pré-candidato do Grupo Renova). Segundo o ex-prefeito e líder do grupo Antonio Colonnezi, o objetivo do encontro foi de mostrar que o Grupo da Macacada está firme e unida com o PT e o Grupo Renova para vencer o pleito de 2016.

Contas aprovadas
As contas do ex-governador Jaques Wagner (PT), referentes ao exercício financeiro de 2014, foram aprovadas ontem na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Foram 33 votos favoráveis e 13 contrários à aprovação. Durante a votação, a oposição levantou a tese que o petista praticou “pedaladas fiscais”, assim como a presidente afastada Dilma Rousseff (PT). Também acusaram o ex-gestor estadual de não pagar emendas impositivas. O líder do governo, deputado estadual Zé Neto (PT), rebateu todas as acusações. 

Oposição em Ipirá
A oposição em Ipirá tem visitado e se preocupado em visitar o município e observar as necessidades da população. O pré-candidato a prefeito Marcelo Brandão, que concorre pelo (DEM), disse para a Tribuna que vai apresentar um plano de governo “ousado” e que deve vencer as eleições com larga vantagem. Tudo leva a crer que o Grupo do Jacu vá anunciar no início de junho o nome do pré-candidato a vice, que vai encabeçar a chapa com o advogado que integra o DEM. Dos nomes cotados, destaque para Alonso Oliveira, Edgar Batista, Tutu, Márcio Pimentel, Dr. Zé Ricardo ou Jota Oliveira. A conferir.